Falta de Conteúdo para Tvs e Notebooks 3D



  

O que as TVs 3D e os notebooks 3D tem em comum? Simples: a falta de conteúdo. Apesar do esforço dos produtores e da indústria de eletrônicos, o universo de filmes para se aproveitar o que a tecnologia tem de melhor ainda não é suficiente para justificar o preço dos equipamentos. Não vou nem falar das TVs 3D, que ainda estão bem caras.

Meu objetivo é falar sobre os notebooks 3D. Para ser mais exato, do LG R590. O notebook é o primeiro da empresa coreana com a tecnologia 3D, e tem a vantagem de ser fabricado no Brasil. Quer dizer, fica difícil dizer que isso é uma vantagem quando nos deparamos com o preço: 6.499 reais. Imagine se fosse importado.





É provável que o usuário não vá ver muito mais conteúdo 3D além daquele que vem com o notebook: uma coleção de imagem e clipes em 3D. Há a possibilidade de baixar mais vídeos de um site chamado Yabazam. Mas mesmo lá, a oferta ainda é pequena. E paga.

Por Maximiliano da Rosa



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *