Preços da Netflix irão subir no Brasil



  

Netflix sofrerá reajuste de preços no Brasil a partir de julho.

Os preços de dois dos três planos da Netflix sofrerão aumentos a partir do mês de julho. Desde 2015 a operadora de streaming não fazia reajustes nos preços das mensalidades no Brasil.

O único plano que permanece com seu preço inalterado é o Básico, que não dá direito à reprodução em alta definição (HD) e só dá acesso a uma tela simultânea, ou seja, apenas uma pessoa pode assistir ao conteúdo do site logada na conta.

Já o preço do plano Padrão, que dá direito de assistir em HD e em duas telas simultâneas, sofrerá um reajuste de 22%. A mensalidade passará dos atuais R$ 22,90 cobrados todo mês para R$ 29,90 ao mês.

O plano que sofrerá o maior reajuste é o plano Premium, que dá direito a assistir ao conteúdo da Netflix em UltraHD e em quatro telas simultaneamente. O reajuste cobrado aos usuários do Premium será de 27%. As mensalidades, que antes eram de R$29,90 passarão a custar R$ 37,90 ao mês.





A última vez que a empresa havia feito um reajuste foi em 2015. Naquela época, houve uma equalização dos preços. Usuários mais antigos pagavam preços menores que usuários mais novos. Quem estava há mais tempo na Netflix pagava R$ 16,90 no plano Básico e passaram a pagar o preço promocional de R$ 19,90 durante um ano, subindo para os atuais R$ 22,90. Quem havia assinado o serviço já com o preço de R$ 19,90 também continuou com essa mensalidade por um ano, subindo para os mesmos R$ 22,90 depois. Novos usuários pagam R$ 22,90 desde 2015. O preço do plano Premium também havia aumentado de R$ 26,90 para R$ 29,90.

No final de maio, a Netflix lançou a quinta temporada de House of Cards, série de ficção produzida pela própria empresa e que narra os bastidores da política norte-americana. Em junho, foi a vez de ser lançada a quinta temporada da série Orange Is The New Black, série de ficção também exclusiva da Netflix, que conta a história de um presídio feminino norte-americano. Neste mês ainda foram lançados o longa metragem Jackie, que ganhou o prêmio de melhor roteiro no festival de Veneza e o filme Okja, primeiro da empresa de streaming a concorre à Palma de Ouro, no festival de Cannes.

Por Renato Senna Maia

Netflix



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *