Empresa alterou as resoluções das telas dos computadores, o mouse sem fio e o teclado.

Apple trouxe novidades na versão 2015 dos iMacs. A companhia alterou as resoluções das telas dos computadores, além de mudar o mouse sem fio e o teclado.

Agora, os Macs de 21,5 polegadas também contam com a resolução 4K e os modelos de 27 polegadas possuem resolução 5K. Com esta alteração, o iMac menor, de 21,5 polegadas, terá a tela com o mesmo alcance da densidade de pixels do computador maior, de 27 polegadas, o que melhora a definição da imagem.

Os acessórios, teclado e mouse, não ficaram atrás. A Apple inovou possibilitando que estes itens façam recarga através da porta Lightning, já que terão baterias integradas. Isso fará com que os dispositivos fiquem mais conectados com a ideia da empresa, além de facilitar o manuseio.

O teclado ainda apresenta uma redução considerável de espaço de 13%, que ocupará um espaço menor no local de instalação do computador. A empresa não deixou de se preocupar com o conforto dos usuários e utilizou um design que não alterou o tamanho das teclas. O trackpad, peça que é vendida isoladamente, utiliza o recurso Fouce Touch muito aprovado pelos consumidores no MacBook e ficou maior. O mouse também, com o objetivo de ficar mais ergonômico, teve o desenho refeito.

Apesar de possuir a tela 4K, o equipamento de 21,5 polegadas não apresenta alternativa da placa de vídeo dedicada. Assim, os usuários que estão buscando um gráfico mais encorpado podem ficar receosos na compra.

O processamento gráfico da nova versão é feito por um dispositivo da Intel, o GPU Iris Pro 6200. Aqueles que querem um processador Skylake e uma placa de vídeo dedicada ficarão restritos ao iMac de 27 polegadas.

As novas versões apresentadas pela Apple dos iMacs estão acessíveis para os compradores norte-americanos em qualquer loja oficial com um custo de a partir de US$ 1.499, que corresponde a cerca de R$ 5.755, para os modelos de 21,5 polegadas, e US$ 1.799, correspondente a aproximadamente R$ 6.910, para a versão de 27 polegadas.

Por Bruna Rocha Rodrigues

iMac 2015

iMac 2015

Fotos: Divulgação


A Anatel fez a homologação da nova geração da Apple TV. Mesmo assim o lançamento da Apple TV pode demorar ainda um pouco para ocorrer no Brasil.

No dia 30 de setembro a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou as documentações da homologação da mais nova Apple TV, sendo então a quarta geração.

A princípio, a Apple que pretende fazer um lançamento de toda sua linha nova de produtos juntos, ou com datas mais próximas umas das outras. No Brasil, recentemente a empresa recebeu também a homologação das baterias dos iPhones 6s/6sPlus e iPad Mini 4.

A1625é o número do novo modelo da Apple TV, no entanto, o Siri Remote, que é o novo controle do produto, está identificado com o número de A1513 pela Apple Brasil.

As homologações, no entanto, só serão oficialmente publicadas cerca de 90 dias, neste caso o lançamento da Apple TV pode demorar ainda um pouco para acontecer no Brasil, porém isso não será de grande atraso para nosso país uma vez em que o restante dos países também terão o lançamento da mesma divulgado a longo prazo.

No entanto, internacionalmente, o lançamento da Apple TV acontecerá no final de outubro, embora nada defina que com isso o produto possa também ser lançado no país na mesma data.

Já os usuários dos produtos Apple esperam que tanto a Apple TV quanto os novos iPhones sejam lançados com datas próximas ou, até mesmo, ambos na mesma data, isso devido à questão de facilidade de compras dos produtos lançados.

Mesmo não sendo ainda lançada, a Apple TV já tem em seu currículo o primeiro “escândalo”. Segundo pessoas do iFixit que publicaram algumas informações sobre o novo dispositivo, o que gerou uma confusão imensa com a Cupertino. Entretanto, a Apple preferiu então banir o aplicativo do site e também a conta que possuíam registrada. A empresa possuía um contrato com a Apple onde constava que era expressamente proibida a divulgação de tais informações do aparelho fora do tempo de divulgação oficial.

Por Walison de Lima Cunha

Apple TV


Com as novas atualizações feitas na Apple TV, ela pode se transformar em um mini-console onde os usuários poderão jogar games como Guitar Hero, Crossy Road, Disney Infinity ou Rayman Adventures.

Durante a Keynote, realizada pela Apple, a empresa anunciou diversas novidades entre seus produtos. A chegada de novos iPads, incluindo o iPad Pro, e os novos iPhones, foi o que chamou mais atenção no evento. No entanto, houve outras novidades atraentes para os amantes dos produtos da maçã.

A Apple TV sofreu algumas atualizações que lhe permite focar em games.   

Durante a apresentação da nova Apple TV, o CEO da Apple, Tim Cook, afirmou que a "visão para a TV é simples e talvez provocadora". Cook ainda disse que o futuro da televisão está ligado aos aplicativos. E são essas aplicações que concentram uma boa parte das novidades da Apple à sua set-top box.

Com acesso a uma loja de aplicativos própria, a Apple TV se transformou em um mini-console. Agora, os usuários do gadget poderão jogar títulos como Guitar Hero, Crossy Road, Disney Infinity ou Rayman Adventures.  

Outro ponto interessante é o fato que poder utilizar o iPod Touch ou iPhone como comandos em modo multiplayer local. O controle da Apple TV foi refeito, com um track pad na parte superior que permite uma melhor navegação entre os menus e as opções das aplicações. Diferente dos rumores anunciados, o controle remoto não é capaz de reconhecer gestos.   

Em relação a Siri, assistente pessoal, ela está aprimorada para ajudar o usuário a obter informações mesmo durante algumas transmissões. Existem quatro botões no controle: um dedicado a assistente pessoal, um para controle de volume, outro que leva ao menu principal da TV e ainda um botão que permite parar ou reproduzir os conteúdos.   

A atualização feita na Apple TV ainda oferece um sistema de pesquisa universal que proporciona ao usuário procurar não só por conteúdo no iTunes, mas em serviços como HBO, Showtime, Hulu, entre outros. A Apple TV oferece um sistema próprio, o tvOS,que é baseado no sistema móvel da empresa, o iOS. Tal sistema é projetado pensando nas necessidades específicas dos usuários de TV.  

A nova Apple TV conta com um processador A8 com arquitetura 64-bits, conexão Bluetooth 4.0, Wi-Fi 802.11ac com tecnologia MIMO e um receptor infravermelho. Uma conexão HDMI e outra Ethernet também estão presentes no aparelho.

A Apple TV deverá chegar ao mercado no final de outubro e irá custar US$ 149 para a versão de 32 GB e US$ 199 para a versão de 64 GB.

Por William Nascimento

Games na Apple TV

Foto: Divulgação


De acordo com nota divulgada no site O Debate, a empresa Apple, conhecida por liderar o mercado de tecnologia no mundo ocidental, está com planos no sentido de lançar nova versão da Apple TV. Em termos práticos representa iniciativa no sentido de continuar com o domínio do mercado nas principais bolsas de valores tecnológicas que existem no ocidente.

Representantes da Apple indicam que o aparelho deve funcionar com conexão direta entre a rede mundial de computadores (internet) e os televisores de usuários. O sistema integrado permite com que consumidores trabalhem com aplicativos que a companhia desenvolveu e que estão dispostos de graça, vendidos por preços módicos ou disponíveis apenas para o aluguel, como acontece com os filmes do ITunes, por exemplo. No sistema de aluguel os arquivos ficam liberados apenas por determinado período de tempo.

A Apple anunciou de forma pública que tem planos para apresentar o projeto ao público no primeiro semestre do ano de 2014. Não se pode ignorar o fato de que a empresa garante que usuários devem ter a possibilidade de jogar games como se estivessem desfrutando da atividade em um console, sem que exista uma mídia física.

O sistema operacional Apple deve funcionar com hardware em versão com base no IOS, principal sistema operacional que a empresa usa para desenvolver os projetos de tecnologia. Todos os tipos de mudanças devem integrar de forma prática à TV e a loja da marca.

Interessante notar que existe a perspectiva de usuários conseguirem acessar aplicativos de terceiras pessoas na tela da TV, de forma semelhante como acontece no IPad e IPhone. De fato, games que foram feitos para o jogo em tablet e telefones inteligentes devem poder ser jogados na televisão.

A Apple também tem perspectiva de lançar sensor de movimento para melhorar a experiência dos jogos aos usuários.

Por Renato Plantier

Foto: divulgação


Uma notícia publicada no final de março falava sobre supostas informações de uma nova televisão da Apple. Batizada de iTV, o aparelho que há anos vem sendo especulado e aguardo, pode estar mais perto de ser lançado.

De acordo com o site DigiTimes, a TV poderá chegar ao mercado até o final do primeiro semestre de 2014 e contará com resolução 4K.

Segundo a apuração feita pelo site, a iTV da Apple terá resolução Ultra HD de 3840 x 2160 pixels, e só não será revelada este ano ao público porque a companhia estaria tendo dificuldades em fechar alguns contratos dentro do prazo com uma fabricante de painéis de alta definição.

A publicação do DigiTimes informa que as atuais parcerias das Apple terão que focar todas as suas habilidades de produzir telas de alta definição nos próximos lançamentos da Maçã. Isso leva a crer que a LG, a partir do segundo semestre, também poderá ser escolhida para poder produzir as telas Ultra HD da iTV.

De acordo com algumas informações de fontes ligadas ao assunto, é mais provável que o lançamento da TV aconteça, realmente, apenas no ano que vem, mas não se pode descartar que ela seja apresentada ainda no final deste ano.

Por Felipe Santos Bonfim


O mercado da tecnologia está cada vez mais competitivo e por isso causou a queda de nomes importantes e tradicionais como Panasonic, Sharp e Sony.

Isto é comprovado pela expectativa de prejuízos destas empresas para o ano de 2012.

De forma mais específica, a Sony terá uma perda de mais de 170 milhões de dólares, a Sharp irá ficar no vermelho em 5,2 bilhões de dólares enquanto a Panasonic irá amargar um déficit em suas contas de 8,9 bilhões neste ano que está terminando.

Esta situação problemática ocorre pela necessidade destas empresas mudarem a sua organização interna de fabricantes de hardwares para produtoras de softwares e seus conteúdos como a Apple.

Para isso, as empresas japonesas estão passando por programas profundos de reestruturação com cortes de aproximadamente 10.000 funcionários em cada uma delas para evitar a falência.

Por Ana Camila Neves Morais


Segundo uma notícia publicada recentemente no site chinês Daily, a iTV está chegando. A publicação revela que a Foxconn está em fase de testes para produzir a televisão da Apple, mas a empresa ainda não confirmou nenhuma informação a respeito disso. Ainda assim, o rumor vem causando muita expectativa no mercado tecnológico.

O diretor-executivo da Foxconn, Terry Gou, caiu em contradição algumas vezes, pois nas últimas semanas ele mudou seu discurso no qual revelava que estavam sendo feitos preparativos para a produção da iTV.

Entre os boatos que andam circulando pelas mídias sociais estão as características, como o design do aparelho que seria todo feito em alumínio, a presença da assistente pessoal Siri e ainda uma opção para realizar videochamadas através do FaceTime.

Segundo vários analistas especializados na área de tecnologia, a TV deverá chegar ao mercado apenas em 2014. Mas em contrapartida, conforme o analista Gene Munster (da Piper Jaffray), a iTV deve ser lançada ainda este ano. De acordo com ele, o aparelho receberá o nome de iHub e a confirmação de lançamento deverá acontecer em dezembro deste ano.

Conforme os rumores, o preço da TV deverá ser de aproximadamente US$ 1.500, mais ou menos R$ 3 mil.

Por Guilherme Marcon


Há pouco tempo a Apple foi alvo, mais uma vez, da Consumer Reports. Primeiro foram as críticas sobre o novo iPad, disponibilizado para o mercado na segunda quinzena de março de 2012, e agora foi a vez da terceira geração da TV da maçã (que foi apresentada no início de março junto com o iPad).

A crítica apareceu desmerecendo a nova geração da TV, afirmando que é muito mais útil que, quem já possui a Apple TV da segunda geração, atualize o aparelho para receber a nova interface, pois a nova versão não é “tanto assim” para se fazer o investimento em um novo aparelho.

Mesmo que os consumidores continuem apenas com a saída de 720p, a Consumer Reports lançou em seu site uma nota incentivando os consumidores a não comprarem a nova geração do aparelho, desmerecendo a nova e principal função da Apple TV, que é suporte para vídeos HD em 1080p.

Além disso, a CR foi mais a fundo dizendo que é mais vantajoso partir para a concorrência, como para as marcas D-Link e Roku, pois assim os consumidores teriam mais opções de conteúdo que o aparelho da maçã.

Para completar, Consumer Reports ainda criticou a relação “custo x benefício”, afirmando que com o aparelho da Roku as pessoas teriam mais conteúdo, por menor custo.

No Brasil, a nova Apple TV sairá por R$ 399, assim que estiver disponível em estoque.

Por Guilherme Marcon


Parece que a Apple vai revolucionar mais uma vez com a sua Apple iTV, que deve ser lançada durante o segundo semestre deste ano. Esta é a opinião de diversos especialistas da área que fizeram uma análise do que o lançamento poderá oferecer para seus usuários.

Segundo as informações que já se tem sobre a televisão da Apple, uma das principais funcionalidades do equipamento será o comando por voz, o que parece que vai aposentar definitivamente o controle remoto dos usuários, já que apenas com um comando de voz a maioria dos recursos poderá ser acessado.

Além disso, a Apple iTV também deverá se utilizar muito dos serviços de hospedagem na nuvem, como o iCloud, que vai possibilitar acessar não apenas vídeos, mas também diversos outros aplicativos sem precisar instalar nada no equipamento, bastando ter uma conexão com internet.

A tela da TV da Apple também será touchscreen, para acessar alguns recursos que não estarão disponíveis pelo sistema Siri Control. Além disso, a definição da tela será HD 3D, mas ainda não se sabe se este recurso de terceira dimensão estará disponível em todos os modelos.


A Apple, cada vez mais ampliando seu leque de mercadorias, recentemente lançou a nova versão da Apple TV, anunciada pelo CEO Tim Cook.

O preço continua os mesmos US$ 90 e, ao contrário do que todos os boatos disseram, não passou a ser uma TV completa com marca Apple, continuando como uma pequena caixa preta. O que não deixa de ser uma boa “sacada” com um produto diferenciado no mercado.

A Apple TV dá suporte para filmes em HD (via iTunes), reproduções no YouTube, Netflix e Vimeo, além de disponibilizar o MLB.tv e WSJ Live. É possível alugar ou comprar filmes, alguns já em 1080p, quase que ao mesmo tempo em que são lançados nas locadoras, o que traz muita vantagem para quem não quer sair de casa e quer fazer aquele “cinema espontâneo” de última hora.

Para utilizar a Apple TV é necessário conectá-la a uma TV widescreen HD com até 1080p para aproveitar 100% da capacidade da “caixinha” – mas também pode ser utilizada no iPhone, iPad ou iPod Touch. Ela não serve só para vídeos e filmes, pois é possível, também, ter acesso a fotos (também no Flickr), a músicas e a programas de TV.

No Brasil, via Apple Store, a Apple TV custa R$ 399 e já pode ser comprada. Confira mais informações aqui.

Por Guilherme Marcon


Às vezes um simples pedido de registro de patente pode causar um burburinho além da conta na internet. Foi assim com a notícia de que a Apple patenteou uma nova tecnologia 3D sem uso de óculos para ser usada, provavelmente, nas telas de seus dispositivos.

Sem entrar em detalhes muito técnicos, o que dá para dizer é que Apple pretende criar uma tela ondulada capaz de exibir imagens através do sistema de autoestereoscopia. Esse sistema funcionaria através de uma tela reflexiva capaz de enviar uma imagem diferente para cada olho.

Como essa tecnologia, só é viável em telas pequenas, eu me arriscaria a dizer que Apple poderia estar pensando em fabricar algum tipo de aparelho móvel 3D. Talvez um iPhone 3D ou um Macbook Air 3D ou, quem sabe, uma AppleTV 3D. Claro que isso é apenas especulação. Para saber quais são os reias planos da gigante de Cupertino para essa patente, teremos que pagar para ver.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: PC World


A Apple parece que se especializou em trazer novidades e produtos que as pessoas realmente vão querer comprar. Agora a novidade que chega de São Francisco e que deve dar muita dor de cabeça nos executivos do Google é nova AppleTV.

O novo dispositivo nasceu da pesquisa da Apple com seus consumidores e o resultado é esse: um pequeno gadget que cabe na palma da mão. A nova AppleTV tem um quarto do tamanho do modelo anterior e custará apenas 99 dólares.

O mais interessante ainda é a possibilidade de alugar filmes através da rede iTunes. Os usuários poderão assistir filmes e séries em alta definição pagando apenas 99 centavos. A validade do aluguel é de 24 horas para filmes e 48 horas para seriados.

O dispositivo começa a ser vendido no mês que vem. Inicialmente apenas seis países terão acesso ao serviço. O Brasil, infelizmente não está entre eles.

Por Maximiliano da Rosa


Não é á toa que há pouco tempo a Apple foi considerada a empresa mais inovadora do mundo. Enquanto a maioria das empresas quebram a cabeça para aperfeiçoar suas tecnologias, que nem sempre são fáceis e intuitivas, a companhia comandada por Steve Jobs avança, e já está pensando adiante.

Ao invés de usar óculos para enxergar em 3D, a Apple pretende criar um novo padrão para gerar imagens em três dimensões. A nova tecnologia seria chamada de hiper-realidade.

O funcionamento dela ainda não é completamente claro. O que dá para dizer é que a tela interagiria com a luminosidade ambiente e poderia perceber a posição do usuário, mudando as imagens de lugar automaticamente.

Uma das vantagens da nova tecnologia poderia ser em relação ao conforto visual, que poderia melhorar muito, causando menso cansaço.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Home Theather


Todo mundo sabe que o 3D está na moda. E além do 3D a Apple está mais ainda. Então imagine como seria juntar os dois. Pois há rumores de que isso já estaria acontecendo, e que empresa teria patenteado uma nova tecnologia 3D para ser usada em óculos.

Isso foi em 2008, e causou tanta estranheza que muitos acharam que se tratava de uma brincadeira. Segundo site americano Mail Online, não era.

A ideia do gadget inusitado serviria para enviar vídeos de um iPhone, ou iPad direto para  cada uma das lentes do óculos. Como o cérebro junta as duas imagens, o efeito seria o mesmo das TVs 3D. A função do aparelho, segundo o que está no pedido de patente, seria proporcionar relaxamento para o usuário, já que seu uso dispensaria o uso das mãos.

O site não divulgou quando o dispositivo, chamado de iSpecs, começará a ser fabricado.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


O padrão HTML 5 promete desbancar o Flash para exibição de conteúdo multimídia na internet. Com o boicote da Apple em torno do produto da Adobe, a briga deve ganhar força com o lançamento do iPad. Isso se deve ao fato do tablet não exibir páginas com Flash. Para suprir essa falta, empresas apostam no HTML 5. A grande vantagem é que o computador cliente (ou o smartphone) não precisará de nenhum plugin adicional para rodar vídeos.

A previsão é que a tecnologia esteja amplamente disseminada em meados de 2012. Enquanto isso canais de TV, como a americana CBS, estariam fazendo testes utilizando o padrão para oferecer streaming de vídeo pela internet, principalmente através do iPad. Tudo o que seria preciso então para isso é de um browser compatível.

Não há nada confirmado ainda, mas a tendência é que outros canais entrem nesse mercado. Por enquanto a Adobe não se manifestou sobre o assunto, e seus planos para o futuro.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: eBand





CONTINUE NAVEGANDO: