Após o lançamento do seu primeiro filme Never Say Never, documentário que relata sua vida e que chegou a ficar em terceiro lugar como maior bilheteria em 2011,Justin Bieber se prepara para o lançamento do filme:" Believe" em 3D.

A direção ficará por conta do mesmo diretor, Jon Chu, que sugeriu aos fãs através do Twitter que enviassem perguntas ao cantor para a entrevista sobre o lançamento do novo trabalho do pop star (que  já passou por Toronto no mês passado no Film Festival 2013).

A entrevista ocorre neste final de semana e promete ser épica. Para os fãs de plantão que quiserem enviar suas perguntas em inglês, é só direcionar para o cantor em sua conta do Twitter no endereço  @justinbieber ou para o diretor do filme @jonmchu.

Há rumores de que sua estréia nos cimenas ocorrerá em Dezembro, porém, não existe uma data oficial confirmada, já que o cantor possui uma vasta agenda de shows a ser cumprida. Logo, isso significa que as fãs brasileiras  devem esperar um  pouco mais para ver Bieber no seu novo longa em 3D.

Justin, que passa por uma fase "bad boy" e tem a mídia voltada para sua vida pessoal, está otimista e admite estar vivendo a melhor fase da sua carreira. Entre as inúmeras parcerias musicais, recentemente o cantor gravou a música Twerk junto com Miley Cyrus, que recentemente também impressionou com a mudança de visual (para desfazer sua imagen Hanna Montana) e vem sendo alvo importante para os paparazzi de plantão.

Enquanto isso, vamos esperar para comprovar se esse filme  também será um sucesso de bilheteria para Bieber assim como seu antecessor, lançado em 2010.  

Por Luciana Ávila


Os fãs do jogo Angry Birds já podem comemorar, pois o filme 3D baseado no game deverá ser lançado no dia 1º de julho de 2016. O longa de animação em 3D será produzido pela produtora finlandesa Rovio, em parceria com a Sony Pictures Entertainment.

Ficará a cargo da Sony Pictures a distribuição do filme em todo o mundo.

Em um comunicado, a Sony informou que a concorrência pelos direitos de distribuição do filme foi acirrada. Além disso, a empresa espera que a parceria com a Rovio dure bastante tempo.

O jogo Angry Birds já possui uma série animada para TV, que vai ao ar semanalmente.

Ainda não há muitas informações quanto ao filme, sabe-se apenas que os produtores David Maisel ("Homem de ferro") e John Cohen ("Meu Malvado Favorito") participarão do projeto.

Angry Birds é um jogo que já possui sete títulos e mais de 1,7 bilhões de downloads em todo o mundo. O que fez empresa Rovio ganhar mais de US$ 400 milhões com o game.

Por Robson Quirino de Moraes


Os brasileiros parecem ter dispensado menos tempo e dinheiro para ir ao cinema nos últimos anos. Essa tendência pode ser explicada com maior clareza por meio de estudos mais especializados, contudo, boa parte da população pode entender essa situação ao notar o aumento da pirataria pelas ruas e também pelas promoções de DVDs no varejo online e físico.

Apesar de todos os contras, as salas de cinema começaram a contabilizar altas em virtude da nova tecnologia 3D (três dimensões). Entre janeiro e agosto de 2010, o público que frequentou as seções saltou 13,3% em comparação ao período igual de 2009, algo proporcional se considerada a renda, que abrangeu crescimento de 24% na mesma base comparativa.

Tido como o mês mais ameno para o mercado cinematográfico devido aos poucos lançamentos provenientes da principal indústria do ramo, Hollywood, agosto conseguiu números interessantes. De acordo com o portal R7, houve ampliação de quase 55% nas pessoas assistindo a filmes e outros 61,6%, na renda. Como adendo, o aumento superior das receitas tem origem no preço mais alto das sessões 3D.

Por Luiz Felipe T. Erdei


O brasileiro Carlos Saldanha é uma das maiores revelações do cinema mundial nos últimos anos. Presente na produção do sucesso “A Era do Gelo”, inclusive tendo trabalhado como diretor na terceira sequencia da série de animação, ele agora parte para uma produção onde o Brasil é o pano de fundo.

O novo trabalho do diretor dá uma guinada brusca: sai da neve direto para as praias do Rio. Aliás, o título do filme é esse mesmo: “Rio”. O longa conta a história de uma simpática Arara azul que resolve fugir do lugar onde vive nos Estados Unidos, e partir para o Rio de Janeiro, onde vai viver uma série de aventuras.

Além de ser uma obra de animação gráfica, “Rio” será um dos primeiros filmes do seu gênero a utilizar a tecnologia 3D estereoscópico, e deverá estrear nos cinemas em 2011.

Entre os dubladores do filme deve estar o brasileiro Rodrigo Santoro.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Cine Pop


De olho na vertente de filmes em 3D que promete ser a sensação do mercado de entretenimento nos próximos anos, a empresa indiana Reliance MediaWorks e já está preparando os homens de Bolywood para ingressar na onda.

Os seus 2.700 funcionários estão sendo treinados para converter filmes em 2D para 3D a partir deste ano. A empresa faz parte do conglomerado que pertence ao bilionário indiano Anil Ambani.

Ainda se discute se o mais apropriado seria fazer filmes direto em 3D ou se é mais interessante filma-los em 2D e depois fazer a conversão, mas os indianos já preparam seu primeiro filme com a nova tecnologia para este ano.

A instalação de tecnologia de projeção digital nos cinemas, necessária para imagens em três dimensões, tem crescido até na Europa, desafiando a crise econômica. Empresas como a Sony apostam no lançamento de televisores em 3D.

Por Mauro Tavares

Fonte: G1 Tecnologia


Recentemente o diretor americano, James Cameron esteve no Brasil e o governador do Amazonas sugeriu que a sequencia do filme 3D Avatar fosse filmado na floresta amazônica. Cameron, disse não.

O interesse em produções 3D está crescendo, seja no cinema, seja na televisão. A nova tecnologia pretende dar fôlego às produções que sofrem cada vez mais com a pirataria, que encarece as produções e faz diminuir o lucro.

O Brasil não pode ficar de fora. O 3D é uma realidade, e ninguém duvida que o futuro as produções mergulharão nesse ambiente, num caminho sem volta. E a primeira produção cinematográfica brasileira a embarcar nessa onda deverá ser o longa Tainá 3.

O filme, que conta a história de uma indiazinha da amazônia que luta contra traficantes de animais, é uma das produções de maior sucesso do cinema nacional. Atualmente em pré-produção, os produtores de Tainá 3 começarão em breve a fazer testes com equipamentos.

Por Maximiliano da Rosa


A febre das TVs em 3D parece ter iniciado. Depois que cinemas começaram a exibir filmes em 3D, o mundo em três dimensões parece estar ficando cada vez mais perto das salas de TV de consumidores de todo o mundo. Basta uma televisão com tecnologia compatível e um óculos 3D. Mas, é claro! Todo lançamento não é barato, e podemos esperar por preços realmente salgados dessas TVs no Brasil. Alguns anos atrás, as TVs de LCD (de grande polegada) chegavam a custar até R$ 20 mil. Hoje os supermercados vendem os mesmos modelos por R$ 2 ou R$ 3 mil.

A Samsung, uma das maiores fabricantes de TV do mundo, já anunciou que deve começar a produzir em larga escala TVs de LCD e LED com tecnologia 3D. Quanto maior a produção, menores os preços. E a ideia de popularização é essencial para injetar ânimo nos consumidores.

O maior desafio é que  nos últimos anos muita gente comprou TVs novas (HDTV), e agora não teriam motivação suficiente para adquirir mais um tipo de TV.





CONTINUE NAVEGANDO: