Philips desiste de fabricar TVs – AOC assume produção



A concorrência acirrada no mercado de eletrônicos acaba de fazer mais uma vítima: a Philips. A companhia holandesa, que está no mercado de televisores desde o início dos tempos (mais precisamente, desde 1928) jogou a toalha e decidiu vender sua divisão de TVs para um grupo chinês chamado TPV. A empresa, para quem não sabe, é dona da marca AOC.

Na verdade a Philips se desfez de 70% da sua divisão de TVs. E a marca não deve desaparecer do mercado tão cedo. Isso porque a joint-venture formado pela duas empresas ainda poderá explorar a marca Philips. Ainda não sabemos ao certo, mas é bem provável que logo a AOC colocará no mercado aparelhos com a grife Philips.



Um dos motivos pela saída da empresa do mercado de TVs foi a dura concorrência com as fabricantes coreanas (como LG e Samsung), que forçaram a queda nos preços. Enfim, nessa batalha para conquistar o consumidor, a Philips estava levando a pior. A empresa parece ter percebido que abandonar o barco agora é melhor do que esperar que ele afunde.

Por Maximiliano da Rosa



 

Fonte: Gizmodo

Outros Conteúdos Interessantes

7 Comments

  1. Depois que esses malditos chineses e coreanos entraram no mercado mundial de produtos, eles vem produzindo porcarias de baixo nível com valor acessível para os consumidores.
    Por exemplo, a JAC Motors é uma m………., com seus carros feios e que a fabrica será construída somente em 2014, eles darão um drible nos consumidores.
    Diga não aos “Xing Lings“

  2. Em tecnologia podem até bater as Philips, mas em qualidade de construção (durabilidade), nenhuma no mercado irá bater…

  3. A Philips tinha TVs muito boas, com excelente qualidade, duravam anos, agora estão uma porcaria. Comprei uma (pós essa Joint venture) que ja foi duas vezes para o conserto em 4 meses, e estou usando uma antiga da Philips, (pré joint venture.)
    Jogaram a marca no lixo

  4. Q porcaria de tablet ! Comprei um e dei d presente p meu filho nem venceu a garantia e já foi três vezes p o concerto! Aonde posso reclamar???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *