Como Proteger Eletrônicos de Descargas Elétricas



Há várias medidas que podem ser tomadas para evitar possíveis danos aos aparelhos eletrônicos feitos por descargas elétricos, como os raios.

Quem já passou pelo problema de ter um aparelho eletrônico queimado ou danificado em razão de uma forte descarga elétrica, devido a um raio, sabe o quanto isso pode trazer aborrecimentos e principalmente prejuízos que podem ser bem grandes dependendo da quantidade e dos equipamentos comprometidos nessa ocasião.

As pesquisas apontam que o Brasil é líder nas ocorrências envolvendo raios. Um raio é o mesmo que uma descarga elétrica de maior intensidade que acontece na atmosfera de regiões que são mais carregadas eletricamente. Além dos prejuízos em razão da danificação e equipamentos elétricos, eles podem ser muito perigosos para as pessoas também.



Alguns aparelhos eletrônicos são mais sensíveis às descargas elétricas, entre eles estão as TVs, lâmpadas e fontes de alimentação usadas em computadores. Se o raio atinge a rede elétrica, passa por toda fiação e descarrega no solo e se isso acontece em regiões com residências, devido à sua intensidade atinge a residência e sua fiação, prejudicando os equipamentos que estejam ligados na eletricidade.

Desse modo, para não correr o risco de ter nenhum prejuízo em decorrências de raios é muito importante que seja realizado o aterramento da fiação elétrica. O que no Brasil já é uma obrigação. Contudo, muitas casas não têm isso realizado, por serem mais antigas e estão sujeitas aos raios e suas complicações.

Outro recurso bastante utilizado, principalmente em prédios e casas maiores, é a instalação dos chamados para-raios, mas eles não oferecem garantia em relação à proteção de equipamentos e aparelhos eletrodomésticos.



Uma medida preventiva é a instalação de varistores, que são uma espécie de pastilhas feitas em óxido de zinco que de forma simples são instaladas no quadro de distribuição. Essa é uma medida muito útil e recomendada.

Instalar um DPS também protege as residências contra os raios e também contra variações de tensão.

Contudo, essas medidas citadas são para profissionais da área de eletricidade e que muitas pessoas nem têm conhecimento se suas casas ou apartamentos contam com essas proteções.

Dessa forma, se você está em casa e percebe que uma tempestade está se formando, com trovadas e os chamados relâmpagos a principal medida preventiva que se pode adotar nesse momento é o desligamento dos aparelhos de casa da rede elétrica. Desse modo você estará garantindo que, em caso de haver uma descarga elétrica na sua fiação, nenhum equipamento seja prejudicado.

Muita gente assim que a tempestade se manifesta desliga os seus aparelhos das tomadas, mas acabam se esquecendo de um aparelho que geralmente é muito atingido por essas descargas. Estamos falando do modem das linhas telefônicas, que quase nunca são desligados e são os primeiros a queimar, uma vez que as descargas elétricas também atingem a rede de telefone, colocando em risco o aparelho e o usuário, caso alguém esteja ao telefone no momento da descarga.

Muita gente acredita que os no-breaks e estabilizadores oferecem uma boa proteção contra as descargas elétricas, mas não é bem por aí. Estes aparelhos são realmente úteis quando ocorrem pequenas variações na corrente elétrica, mas não suportam uma descarga elétrica, não conseguindo nem se proteger, quanto mais aparelhos conectados a eles. Então, também desligue esses aparelhos.

Muitas pessoas ficam bastante resistentes em desligar seus aparelhos durante uma tempestade com raios, pois muitas vezes estão assistindo TV, ou jogando no computador, ou simplesmente não querem que o que está na geladeira derreta, nem perder uma ligação importante, mas é importante lembrar que essas tempestades passam rapidamente e logo esses equipamentos poderão ser religados sem nenhum problema e o melhor, sem nenhum prejuízo e principalmente sem nenhum risco à vida, que não há dinheiro que pague.

Proteja seus aparelhos e principalmente proteja a sua vida.

Por Sirlene Montes

Tomada



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *