Qual o menor tamanho de televisão?



Um aparelho criado por Philo Farnsworth há aproximadamente 74 anos, cuja finalidade era basicamente emitir ondas sonoras, apresentou um start inicial para que houvesse o interesse mundialmente, em se criar um equipamento que fosse capaz de emitir sons e imagens.

John L. Baird foi o responsável em reunir componentes eletrônicos produzidos em varias localidades do mundo, e constituiu o primeiro protótipo de televisão. Nesta mesma época, na Rússia, também estavam sendo realizados testes em ionóscopio, sendo ele o ponto de partida para a criação dos tubos de televisão.



A tv que conhecemos hoje, surgiu, a partir de uma extensão do radio, onde fora adicionado as imagens. Sendo consolidada no século XX, a televisão fortaleceu-se no século 20 e estabeleceu seu status como uma ferramenta de massa poderosa para entretenimento, informação de notícias e treinamento cultural. O impacto estabelecido pelos televisores foi tão forte que a ascensão e desenvolvimento da plataforma acabaram levando à reorganização de outras ferramentas de comunicação, como filmes, rádio, jornais e revistas. Um grande número de teóricos salienta que o rádio foi uma das ferramentas mais afetadas gravemente com um fim claramente declarado. Eles afirmam que, com a adição de áudio, imagens, textos e anúncios à televisão, mais cedo ou mais tarde o rádio desaparecerá da sociedade.

Inicialmente criada de forma analógica. Com o advento da televisão digital ou televisão de alta definição televisão de alta definição (HDTV), a possibilidade de crescimento e aumentou exponencialmente. Sua viabilidade é alcançada por meio de uma plataforma de software chamada middleware que é usado como uma ferramenta organização e pode fornecer uma interface de programação de aplicativo, a plataforma é capaz de executar aplicativos escritos em linguagens de programação que requerem um grande número de funções para expressar as ideias de quem considera a interação do usuário com a TV.

Leia também:  LG apresenta Nova Linha de HDTVs na CES 2012


Segundo dados do levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a televisão é a maior fonte de entretenimento e informação da população brasileira, em 2009, a pesquisa mostrava que 34,7% dos domicílios brasileiros possuem computadores, já o acesso a internet está presente em 24,4% dos lares. A mesma pesquisa aponta que os aparelhos de televisão já estavam presentes em 95,7% das residências brasileiras.

A tecnologia desde a sua primeira versão foi se aprimorando cada vez mais e hoje temos uma extensa gama de aparelhos com múltiplas funcionalidades. A tecnologia da Smart tv, traz uma proposta de conectar á internet e oferecer um mix de opções para aumentar a experiência entre o consumidor e a televisão, as telas hoje se dividem em opções de Led, OLED, QLED e Nanocell, cada opção oferece funcionalidades ligadas em reproduzir a melhor qualidade de imagem, com melhor custo e beneficio. As resoluções também contam consideravelmente na escolha do aparelho, responsáveis pela nitidez das imagens através de sua distribuição em pixel, quanto maior a resolução mais detalhes e definição e nitidez da imagem, trazendo uma riqueza de detalhes impressionante, como se pode claramente perceber em um modelo 8K.

O tamanho dos televisores também é um assunto importante, é possível encontrar um televisor compacto de 14 polegadas, ideal para quem gosta de viajar e não abre mão da telinha. Este aparelho de medidas reduzidas, produzido pela empresa CCE, com tela em Led, oferece brilho e qualidade em sua transmissão com baixo consumo de energia. Cabe ressaltar, que este aparelho também possui entrada USB, e está preparada em receber sinal de televisão digital, aumentando ainda mais a experiência do usuário em possibilidade de diversão.

Leia também:  TV Usada - Vale a Pena Comprar?

Se a sua preferência quando o assunto é televisores é a experiência de ter um cinema em casa, isso é possível! A Samsung lançou neste ano, o modelo The Wall Luxury, trazendo um conceito totalmente inovador sobre as telonas. Sua premissa é que televisores de 72 a 292 polegadas, não precisa ser desligado. O painel serve como um quadro “vivo”, quando não estiver assistindo, ele combina com o ambiente, exibindo texturas, obras de arte e quaisquer outras imagens que o dono preferir.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *