O que é burn-in? Como Evitar Manchas na Tela da TV?



Saiba aqui como evitar as manchas na tela da sua TV.

Mesmo as tecnologias mais avançadas têm suas limitações. Um deles é o chamado Burn-In, que consiste em uma falha causadora de "manchas" sobre a tela da TV. A tradução de Burn-In é: cauterizar. Este termo combina bem com o diagnóstico, pois essa falha ocorre, justamente, devido à exibição contínua de uma mesma imagem, ao longo de um bom tempo, que vai marcando a tela, carimbando.

Os especialistas explicam que certos modelos de televisão estão mais suscetíveis a esse problema, por exemplo, as telas ou painéis tipo OLED, produzidos pelas LG e Sony. Entretanto, o burn-in pode ocorrer em outros modelos de TV, com LED ou QLED.



Outro detalhe muito importante a ser apontado é o seguinte: grande parte das empresas, produtoras de aparelhos de televisão, não possuem diretrizes para cobrir o defeito causado por ação burn-in, que não é incluído na garantia, por se tratar de uma falha que ocorre com o tempo de uso. Entretanto, algumas multinacionais incluem essa cobertura, como a Samsung, cuja garantia chega a até 10 anos, no caso da linha QLED.

Abaixo seguem algumas indicações, preparadas pelos especialistas, para se evitar o efeito burn-in, em sua TV:

O efeito burn-in pode ocorrer quando a TV permanece muito tempo ligada e exibindo constantemente a mesma programação. O resultado disso é que, por exemplo, logotipos dos canais esportivos; as barras de noticiários, ou qualquer tipo de figura estática, geralmente o canto superior direito, ou em todo o rodapé da tela, fiquem marcados, ou cauterizados na mesma. É como uma marca de aço, com que se marca uma pequena parte do coro de gado, para distinção de propriedade. Uma espécie de cicatriz. Geralmente esse problema não estraga a tela toda, mas, pode incomodar muitos consumidores.

Leia também:  Samsung The Frame TV - TV imita Obra de Arte


As telas atuais são meio fluídas, por dentro, por isso que a exibição de uma mesma cena, muito tempo, pode criar esses “coágulos”, que podem ser manchas temporárias, que desaparecem depois após a TV ser desligada. O efeito burn-in, no entanto, pode criar borrões permanentes.

– Esse problema ocorre em qualquer TV?

Embora se trate de um problema bem menos frequente em TV tipo QLED, o efeito burn-in pode ocorrer no caso de a TV permanecer muito tempo ligada, e exibindo a mesma programação, com logo tipos e imagens no cenário muito estáticas. Portanto, não se trata de um defeito que acomete somente os grandes displays OLED. As telas OLED estão munidas de iluminação LEDs, mantendo luz própria, exibindo imagens dentro de um padrão de maior e melhor controle sobre o brilho e o contraste. As telas tipo QLED ainda são produzidas para verter iluminação externa desde a parte traseira, muito comum, também, em TVs tipo LCD.

– Mas, todo modelo de TV OLED tende a ser afetado pelo efeito burn-in?

Como foi explicado antes, esse problema tenderá a aparecer conforme a intensidade da utilização do aparelho, ou seja, a depender de cada consumidor. Esse problema é muito comum em aparelhos de TV de estabelecimentos comerciais ou bares, entre outros, por permanecerem muito tempo ligados e em um único canal, geralmente canais esportivos, jornais; no Senado ou na Câmara, por exemplo, nos quais estão permanentemente ligados transmitindo as sessões, com o mesmo cenário em tela, causando, portanto, um inevitável desgaste sobre a função dos pixels pelas imagens estáticas, manchando a tela.

– Quais meios de se evitar esse problema?

A mais importante recomendação, nesse sentido, é não manter TV muito tempo ligada e exibindo o mesmo tipo de programação durante horas, ou durante mais de um dia, sobretudo em canais como os citados acima, que exibem cenário estático, de modo a deixar os pixels fluírem mais, e não coagularem em um determinada posição. Uma recomendação mais técnica, para evitar o burn-in, é a seguinte: assistir aos conteúdos em formato 21:9 ou em 16:9, pois os formatos mais antigos, que formam as bordas pretas em todos os cantos, todas as laterais da tela, também podem deixar marcas mais permanentes.

Leia também:  Lenovo prepara o Lançamento da Primeira TV com Android

Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *