Empresas chegam a oferecer até segunda teve por R$ 1,00.

Lembra das famosas promoções de TV para a Copa do Mundo?

Justamente, elas já estão de volta. A loja Magazine Luiza começou neste sábado (14) aceitando suas TVs antigas como parte de entrada comprando uma nova. As Casas Bahia, por sua vez, está oferecendo uma TV de brinde por apenas R$ 1 na compra de um aparelho com mais de 60 polegadas.

A promoção do Magazine Luiza serve para qualquer marca e modelo de tv, até mesmo aqueles antigos, sendo até de tubo. As Tvs precisam ao menos estarem em funcionamento, a tela precisa estar íntegra, o cabo de energia e também seu controle remoto.

Os descontos variam entre R$ 50 e R$ 1.500, levando em consideração a idade, o tamanho e também a tecnologia de cada aparelho de TV como entrada. O cálculo é realizado por um software Trocafone, uma empresa parceira do Magazine Luiza em outras ações do mesmo tipo, porém, voltadas para a troca de tablets e celulares.

Os aparelhos trocados irão pertencer à Trocafone e serão revendidos, outros desmontados para o uso de algumas peças ou até mesmo descartados.

Outra jogada de marketing é a “TV 'zicada'”

O slogan da campanha será embasado na frase: "Você vai mesmo ter coragem de assistir o Brasil na mesma TV que assistiu o 7×1?".

"A brincadeira consiste em enfatizar que as TVs estão zicadas", conta a diretora de marketing do Magazine Luiza.

A ação começou a ser pensada em 2017 com os fornecedores e os estoques foram bem reforçados para conseguir dar conta de toda demanda. A expectativa é que a venda supere o dobro de TVs vendidas no mesmo período do ano passado.

"Nós sabemos que o Brasil para na Copa do Mundo e isso acarreta um peso enorme para a nossas vendas. E este é o ano da super tela grande e do ultra 4k", diz diretora de Marketing do Magazine Luiza.

Lembra da Famosa TV por R$ 1?

As Casas Bahia, por sua vez, não ficaram para trás e também preparou sua promoção para a Copa. Seus clientes que comprarem um aparelho de tv do tamanho de 60 polegadas ou maior e que seu preço seja maior de R$ 4.999 poderão se desejar levar uma segunda, no tamanho de 32 polegas, pelo valor de R$ 1. O aparelho dado praticamente "de brinde" custa na faixa de R$ 1.199.

Aqueles que comprarem mais de R$ 500 em suas lojas e também no site, terão a oportunidade de participarem do "bolão" virtual que terá uma premiação de R$ 2 milhões para quem acertar em cheio as seleções que levarão os três primeiros lugares.

O Ponto Frio, por sua vez, pertencente à Via Varejo, como sua parceira Casas Bahia irá sortear um prêmio de 100 mil reais por mês durante o ano entre aqueles clientes que fizerem uma compra acima de R$ 500. Sua promoção irá até o dia 31 de julho e seu sorteio será realizado através da Loteria Federal no dia 18 de agosto.

Por isso não perca a oportunidade de trocar seu televisor, essa é a melhor época e momento para isso, já que as empresas entram nessa disputa para poderem vender mais, pesquise olhe e aproveite a chance de assistir à Copa do Mundo 2018 no conforto de sua sala em uma Tv bem maior que a atual.

Hoje estamos vivendo um momento político e econômico bem difícil em nosso país e aproveitar o melhor momento para realizar uma compra é essencial para não comprometer seu orçamento, então se você tem a possibilidade e já estava com vontade de experimentar as novas tecnologias em relação a aparelho de Tv, não perca essa chance única, aliás, outra dessas só daqui a 4 anos.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Saiba aqui as diferenças e como escolher o cabo HDMI ideal para você.

O HDMI é o cabo mais usado hoje em dia em transmissões de aparelhos digitais para grandes tvs. A sigla HDMI significa High Definition Multimedia Interface, ou seja, uma interface multimídia que roda em alta resolução. Esse padrão tem sido o mais usado para transmitir telas, sendo que, por sua qualidade digital, não é compatível com reprodutores analógicos ou de qualidade inferior.

Playstation 4, Xbox, Blu-rays e até Chromecasts usam-se desse padrão para transmitir a imagem e o som de jogos, filmes, séries e mídias em geral para as telas designadas. Contudo, existe a possibilidade de que você seja pego num atrito de gerações acerca desses cabos, sendo assim, qual é a melhor opção para você, de forma a não te levar à compra de um HDMI independente? Veja agora algumas considerações sobre as versões da entrada.

O que muda?

A entrada HDMI existe faz 15 anos, ou seja, desde 2002 esse padrão vem sofrendo modificações graças ao avanço das tecnologias, o que gerou uma numeração após a sigla. Sendo assim, o HDMi de 2002 é chamado 1.0, seguido do 1.1, 1.2 e assim por diante, até chegar na versão mais atual, o HDMI 2.0.

Como o número crescente indica, quanto maior a numeração indicada, maior é a tecnologia empregada, ou seja, o 2.0 é mais moderno que o 1.4, que por sua vez é mais moderno que o 1.3 e assim por diante. Quanto mais avançada a versão, melhor acontece a transmissão de dados e multimídia. Fora essa explicação (óbvia), existem outros fatores que indicam diferenças entre as versões do padrão, como itens técnicos, por exemplo.

HDMI 1.0

A primeira versão HDMI, 1.0, tem a capacidade de transmitir até 4,9 gigabits a cada segundo. Quanto à resolução, o 1.0 suporta 1080 polegadas, em largura de banda equivalente a 60 hertz, transmitindo áudio através de até 8 canais, marcando 192 kilohertz. Esse aparato de configuração garante uma transmissão de DVDs de alta resolução.

HDMI 1.2

Enquanto o HDMI 1.1 trouxe apenas suporte a DVD áudio, a versão 1.2, inaugurada em 2005, trouxe suporte para telas independentes, como TVs e monitores, por exemplo, além de permitir o uso de computadores, portáteis ou não.

HDMI 1.4 e HDMI 2.0

Lançado em 2009, o HDMI 1.4 está presente em aparelhos comprados até uns 4 anos atrás, entretanto, não encontramos mais a produção de aparelhos com esse padrão. O 1.4 suporta resolução 4K (4.096 x 2.160p), mas em 2013, chega o 2.0, mais usado atualmente, que suporta resolução de 60 quadros por segundo. Esse avanço caracteriza a mais alta usabilidade em transmissões de esportes e jogos ultra modernos.

Acerca da taxa de transferência, o 2.0. conta com 18 Gbps, enquanto o 1.4 conta com 10,2 Gbps. Já o quesito áudio deu um grande salto, já que havia ficado estacionado. Na última versão, há suporte para 32 canais de 1536 hertz.

Ainda em 2017, esperamos o lançamento do HDMI 2.1, que promete a tão esperada resolução em 8K, com taxas de quadros marcando 120 kHz.

Escolhendo o seu cabo

Seja coerente. Se o seu aparelho não possui a capacidade 4K, por exemplo, de nada servirá um cabo 2.0 ou 1.4. Se a sua televisão é FULL HD, por exemplo, você deve optar pela tecnologia compatível ou estará apenas desperdiçando seu dinheiro.

Considere o seu dispositivo e, de acordo com a tecnologia encontrada nele, escolha seu cabo. Um 1.3 pode ser muito mais vantajoso do que um 2.0, nesses casos.

Do mesmo modo, de nada adianta se empolgar com uma tela ultra moderna se o seu conteúdo não entrega toda a qualidade cujo dispositivo é capaz de entregar.

Outro ponto a considerar é o material o cabo. Ainda que não influenciem na qualidade, sem dúvida vão influenciar na durabilidade e resistência do cabo. Portanto, considere o material cujo cabo é feito também, na hora de realizar a compra.

Carolina B.


Saiba aqui o que fazer para continuar assistindo TV após o desligamento do Sinal Analógico em SP.

À meia-noite de quarta-feira (29 de março) para quinta-feira (30 de março), o sinal analógico da TV aberta será desligado em toda a região metropolitana de São Paulo. Até o momento, o local é considerado o maior mercado desse tipo de mídia no país. Para isso, a organização Seja Digital, responsável por implementar a mudança, oferecerá à população um pacote gratuito de 44 canais.

O que é a Seja Digital?

A Seja Digital é uma entidade do setor de digitalização de canais de TV, que realizará a migração do sinal analógico para o digital em todo o Brasil. Foi criada em parceria com a Anatel e operadoras de telefonia móvel, como a Algar, Vivo, Tim e Claro. Para isso, tem feito diversas campanhas informativas sobre o tema em diversas mídias.

O que acontecerá quando o sinal analógico for interrompido?

Quando chegar o horário programado para o corte de sinal (à meia-noite), aparecerá na tela de da TV uma mensagem informando que isso ocorreu. Também haverá um aviso de que toda a programação antes acessada poderá ser conferida por meio de sinal digital.

Como receber sinal digital na TV?

Para receber o sinal digital é necessário ter uma TV de tela plana com conversor digital integrado e utilizar uma antena específica (interna ou externa). Caso sua TV não o tenha, é possível adquirir o aparelho de forma separada. Televisores de formato em tubo também podem receber o sinal por meio desse equipamento, que tem preço médio de R$100 e pode encontrado em lojas virtuais ou em lojas de eletrônicos, supermercados e outros.

Como saber se a minha TV tem conversos digital?

Se a sua TV foi comparada depois de 2010, há grandes chances de já possuir o conversor digital. Para conferir se o aparelho receberá sinal digital, basta verificar se ele tem o selo “DTV”. No site da Seja Digital há uma lista completa de televisores que tem essa funcionalidade, que pode ser vista aqui.

É possível adquirir o conversor digital de graça?

Pessoas de baixa renda e que são beneficiárias de programas sociais, como o Bolsa Família, podem adquirir um kit para recepção do sinal digital de forma gratuita. Para isso, basta agendar a retirada dos equipamentos no site da Seja Digital, neste link.

Essas mudanças e o acesso a serviços de streaming como a Netflix têm feito as assinaturas de TV a cabo/via satélite caírem de maneira considerável. Afinal, essas opções são mais acessíveis e flexíveis para a maioria dos telespectadores.

Camilla Silva


Saiba aqui os planos e como funciona o Netflix.

Se você faz parte do time daqueles que já ouviram falar sobre a Netflix, mas tem dúvidas sobre como funciona o site que proporciona o melhor em filmes e em séries no mundo todo, nós te esclarecemos algumas questões importantes.

O que é a Netflix?

Criada em 1997 e com mais de 50 milhões de assinantes em todo o mundo, a Netflix é um site que transmite, via streaming, os vídeos de filmes, séries e programas de TV mais famosos. Sendo assim, os arquivos são transmitidos em tempo real, de maneira que o usuário não precisa fazer o download do arquivo ou carregá-lo antes. Dessa forma, é só dar o play que o site abre instantaneamente os mesmos.

Como acessar?

Basta acessar a Netflix no www.netflix.com e criar uma conta com seus dados. Para isso, é obrigatório o uso de um cartão de crédito. Após validado esse, o acesso já está disponível.

Para novos clientes, o serviço disponibiliza um mês grátis, como forma de experimento do site. Dessa forma, caso o contratante não aprove a utilização do mesmo, é possível cancelar após esse período e não pagar nada por isso.

Já para aqueles que quiserem continuar usando a Netflix, não precisam fazer nada, uma vez que a assinatura é válida pelo tempo que o usuário quiser, não havendo prazo de fidelidade. Ou seja, somente quando ele não quiser mais utilizar o aplicativo é preciso entrar em contato com a empresa e fazer o cancelamento do mesmo.

Como funciona?

Após feito o acesso na página por um usuário e senha, há uma lista de filmes, séries e programas disponíveis online. Sendo assim, basta escolher aquilo que você quer ver e clicar no play.

É importante ressaltar que você pode assistir aos vídeos de onde estiver, desde que tenha acesso à internet. Portanto, o aplicativo é válido para celulares, computadores, tablets e até mesmo em alguns videogames.

Outro ponto importante a ser destacado é que outras pessoas da sua família também podem utilizar a mesma conta. Sendo assim, é importante criar um perfil para cada usuário novo, de forma que a Netflix ofereça uma lista de dicas que seja baseada no gosto particular de cada pessoa.

Sobre a cobrança

Logo após o mês de experimento da Netflix, é cobrado automaticamente e uma vez por mês, a taxa referente ao serviço de streaming. Essa cobrança é sempre feita no mesmo dia em que foi feita a inscrição.

O número de aparelhos que podem assistir ao catálogo, ao mesmo tempo, depende do plano que a pessoa escolheu no ato da assinatura. Atualmente os três tipos de planos disponibilizados são: para uma tela, R$ 19,90 por mês; para duas telas + HD, mensalidade de R$ 22,90 por mês; e versão completa de quatro telas + Ultra HD por R$ 29,90 por mês.

Escolha a sua versão e tenha o melhor em filmes e séries na sua casa. E se você já utiliza o serviço, nos conte a sua experiência.

Kellen Kunz


Aparelho está disponível em três tamanhos e custa entre R$ 7 mil e R$ 19 mil.

A tecnologia 4k está ocupando o espaço e as fabricantes de TV buscam nesta tecnologia proporcionar aos seus clientes uma experiência fantástica com imagens perfeitas.

A gigante Sony está indo além do que é esperado. Para quem gosta de Tecnologia, a Smart TV da linha XBR X855D está com a resolução 4K e disponibiliza 3 tamanhos: 55, 65 e 75 polegadas, um cinema em casa.

A inovação ganha força com o sistema Android, compatível com mais de 700 aplicativos.

Qualidade em triplo

Além da resolução 4K e o sistema Android, 3 recursos prometem boa qualidade: o Triluminos, o Motion Flow e o HDR.

  • Triluminos: A finalidade deste recurso é manter fiel as cores da imagem.
  • Motion Flow: Tem o objetivo de eliminar rastros nas transições de imagens, este recurso vai evitar que esse problema aconteça.
  • HDR: A promessa de qualidade é a melhora do brilho e a definição de contraste da tela.

Aumento de escala

Upscalling é mais uma tecnologia que está inclusa nesta TV. Utiliza as imagens em Full HD e simula uma resolução mais alta, bem próximo a 4K.

Processador Potente

Mais um fator de qualidade para a Smart X855D é o processador X1 4K. Quem estiver assistindo, seja o que for, desde filmes até jogos, a imagem é surpreendente.

As fontes são analisadas individualmente com inteligência e recebe aprimoramento próximo da resolução 4K. Pode ser por uma transmissão de TV Digital, DVD, Blu-ray ou até mesmo vídeos da internet.

A nitidez é tão boa, que segundo a fabricante, chega ser sensacional. As cores promovem melhor a realidade e o contraste é vibrante.

Recomendação Netflix

Ser escolhida pela Netflix, não é para qualquer marca. A recomendação é devido a alta performance, as funções inteligentes e por seus aplicativos de fácil manuseio.

Cabos escondidos

Os fios não poderão ser vistos. Atrás da TV existe uma canalização até o suporte, onde os fios podem ser inseridos, proporcionando um visual de organização.

Preço

A Sony tem seus preços sugeridos definidos em R$ 6.999,00 na tv de 55 polegadas, R$ 11.999 na de 65 polegadas e por fim R$ 18.999 na Smart de 75 polegadas.

Todas estão disponíveis no site oficial da fabricante para compra, podendo analisar todos os detalhes de cada uma.

Marcio Ferraz


Além de Brasília, Planaltina, Águas Lindas de Goiás, Formosa, Novo Gama, Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Luziânia e Cristalina também terão o sinal analógico encerrado.

O sinal da TV digital continua avançando por mais cidades brasileiras. Os telespectadores de Brasília e de outras nove cidades que se encontram na região do Distrito Federal irão receber o sinal analógico somente até o dia 26 de outubro de 2016. Depois dessa data apenas o sinal digital estará disponível. Para ampliar e permitir que um número cada vez maior de pessoas tenham o sinal em seus televisores, tanto os conversores quanto os demais equipamentos que venham a ser necessários para que essas pessoas possam fazer a migração de sinal estarão sendo oferecidos de forma gratuita para quem é beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família ou que sejam integrantes do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Esses dispositivos permitirão o acesso ao sinal digital mesmo que os televisores sejam antigos.

A estimativa é de que cerca de 370 mil conversores sejam entregues para os beneficiários dos programas apontados na região. De acordo com informações da Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (EAD), até o momento 50 mil famílias que recebem o bolsa família já receberam os equipamentos. A EAD é a entidade responsável por gerenciar todo o processo de migração do sinal no Brasil.

Além da capital, o desligamento do sinal analógico também ocorrerá nas cidades de Planaltina, Águas Lindas de Goiás, Formosa, Novo Gama, Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Luziânia e Cristalina.

André Figueiredo, ministro das comunicações, disse em comunicado que existe uma preocupação nesse momento de transição de não deixar a população desassistida, em especial aqueles que não possuem condições de adquirir um novo televisor.

Entretanto, vale destacar que apesar de já termos uma data de desligamento do sinal analógico, o mesmo só será encerrado quando 93% dos domicílios já estiverem prontos para receber o sinal digital.

A cidade de Rio Verde em Goiás foi a primeira a ter o sinal analógico desligado. A cidade foi a escolhida para iniciar o processo. Se o cronograma seguir o que está sendo previsto, até dezembro de 2018 todas as cidades brasileiras estarão recebendo apenas o sinal digital.

Nesse meio tempo a próxima a receber apenas o sinal digital será São Paulo.

Por Denisson Soares


Confira aqui um comparativo entre as marcas e descubra qual delas é melhor quando falamos em Smart TVs.

A sala de televisão dos brasileiros nunca mais foi a mesma após a chegada das Smart TVs no Brasil. Isso se dá pela grande quantidade de opções e funções disponíveis nesses aparelhos, que vão desde uma imensa qualidade de som e imagem até acesso à internet e aplicativos.

Como muitas fabricantes estão lançando seus modelos de televisores a preços competitivos e os modelos variam muito de um para o outro, elaboramos um comparativo entre duas grandes marcas do setor em nosso país, a Sony e a Samsung, para ajudar você leitor a escolher a que possui o melhor custo benefício.

Para começar a comparação analisaremos o quesito design. Ambas as companhias estão realizando um ótimo trabalho com relação ao design de seus produtos, enquanto a Samsung aposta na tela curva com resolução 4K de seus modelos, a Sony investe na finura da televisão, investindo no seu modelo com uma tela de 4,9 mm, o que torna o aparelho praticamente imperceptível tamanha a sua finura. Com isso o ponto no quesito design fica com a Sony.

Quando a conversa fica em torno das funcionalidades, a Samsung leva a vantagem, pois as televisões da marca oferecem ao usuário a possibilidade de interação através do Youtube, Netflix e Globo Play. Por outro lado, a Sony ainda não oferece tanto quanto a concorrente e por esta razão a Samsung ganha a queda de braço nesse aspecto.

Um dos quesitos mais buscados pelos usuários que pretendem adquirir uma Smart TV é a qualidade de som e imagem fornecida pelo aparelho. E as duas companhias também sabem disso e para agradar seus clientes investem pesado na qualidade sonora e visual de seus aparelhos eletrônicos, disponibilizando Smart TVs com resoluções em Ultra HD 4K, Full HD e Ultra HD em dos tipos de telas: LED e LCD. Vale lembrar que as companhias também oferecem aparelhos que suportam a tecnologia 3D. Dessa forma, obtemos um empate técnico entre as duas marcas.

Outros aspectos que podem ser considerados como um empate técnico entre as duas companhias são a facilidade de uso, pois as televisões Smart são produzidas baseadas em conceitos de utilização intuitiva do produto. Também como empate técnico, a garantia e a assistência técnica, pois as duas companhias fornecem 1 ano de garantia de seus produtos e possuem assistências técnicas espalhadas pelo país.

A grande diferença está nesse último ponto analisado, o preço e a disponibilidade no Brasil. As duas marcas podem ser encontradas em quase todas as cidades brasileiras, mas o que faz mesmo a balança pesar para o lado da Samsung é o fato de que a empresa possui mais modelos que a concorrente e por essa razão consegue praticar preços mais acessíveis no mercado brasileiro.

Para concluir, podemos dizer que temos duas ótimas marcas disponíveis, porém com uma vantagem para a Samsung pelo fato de possuir mais modelos e também ser mais acessível ao grande público.

Por Igor Furraer





CONTINUE NAVEGANDO: