The Virtual Reality Cinema oferece aos convidados um kit de realidade virtual que proporciona uma experiência única em realidade virtual.

Neste mês de março aconteceu a inauguração do The Virtual Reality Cinema. Foi a empresa &samhoud Media que apresentou a novidade, que é o primeiro espaço permanente em todo o globo, e mostra um cinema de maneira diferente para as pessoas. No lugar de uma tela grande que estamos acostumados, os convidados utilizam um kit de realidade virtual que conta com um óculos e fones de ouvido.

O estabelecimento fica na Holanda, em Amsterdã. Nele, as pessoas encontram 50 aparelhos do Samsung Gear VR que são usados ao lado de smartphones Galaxy S6, os quais foram selecionados devido a não terem muitos cabos e também possibilitam movimentação maior. Há também cadeiras que giram em 360 graus e mais 50 fones de ouvido da marca Sennheiser. Tudo para melhorar a experiência de realidade virtual.

A sessão tem um total de 30 minutos e os conteúdos mostrados são aqueles que foram especialmente desenvolvidos para o uso na tecnologia da realidade virtual. Um exemplo é quando o convidado do local fica no meio do palco de um show do U2, ou então, um voo sobre a cidade de Nova York de helicóptero.

Para quem quiser ter essa experiência deve desembolsar um ingresso no custo de 12,50 euros (aproximadamente R$ 45). Espaços semelhantes devem ser abertos também em cidades como Paris, Londres, Madrid e Berlim.

Crescimento da tecnologia da realidade virtual:

Um relatório foi divulgado pela empresa de consultoria ABI Research, que é voltada para o mercado tecnológico, aponta que as vendas de aparelhos de realidade virtual deve contar com um crescimento de 84,5% nos próximos quatro anos. Até o ano de 2020 serão 50 milhões de unidades comercializadas.

Esse relatório também apresentou dados referentes à realidade aumentada. A Microsoft é uma das empresas que deverão lançar produtos deste segmento, além da consultoria também ressaltar a importância do Oculus Rift, que hoje pertence ao Facebook. Esse dispositivo que fez com que outros modelos também chegassem ao mercado como é o caso do Google Cardboard, o HTC Vive e o Gear VR, da Samsung.

O CardBoard da Google, segundo a ABI Research, apresentou um papel preponderante para que a tecnologia fosse popularizada devido ao seu custo baixo que acarretou na cinco milhões de unidades distribuídas do modelo lançado em 2014. 

Cinema virtual

Foto: Divulgação


A Anatel fez a homologação da nova geração da Apple TV. Mesmo assim o lançamento da Apple TV pode demorar ainda um pouco para ocorrer no Brasil.

No dia 30 de setembro a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou as documentações da homologação da mais nova Apple TV, sendo então a quarta geração.

A princípio, a Apple que pretende fazer um lançamento de toda sua linha nova de produtos juntos, ou com datas mais próximas umas das outras. No Brasil, recentemente a empresa recebeu também a homologação das baterias dos iPhones 6s/6sPlus e iPad Mini 4.

A1625é o número do novo modelo da Apple TV, no entanto, o Siri Remote, que é o novo controle do produto, está identificado com o número de A1513 pela Apple Brasil.

As homologações, no entanto, só serão oficialmente publicadas cerca de 90 dias, neste caso o lançamento da Apple TV pode demorar ainda um pouco para acontecer no Brasil, porém isso não será de grande atraso para nosso país uma vez em que o restante dos países também terão o lançamento da mesma divulgado a longo prazo.

No entanto, internacionalmente, o lançamento da Apple TV acontecerá no final de outubro, embora nada defina que com isso o produto possa também ser lançado no país na mesma data.

Já os usuários dos produtos Apple esperam que tanto a Apple TV quanto os novos iPhones sejam lançados com datas próximas ou, até mesmo, ambos na mesma data, isso devido à questão de facilidade de compras dos produtos lançados.

Mesmo não sendo ainda lançada, a Apple TV já tem em seu currículo o primeiro “escândalo”. Segundo pessoas do iFixit que publicaram algumas informações sobre o novo dispositivo, o que gerou uma confusão imensa com a Cupertino. Entretanto, a Apple preferiu então banir o aplicativo do site e também a conta que possuíam registrada. A empresa possuía um contrato com a Apple onde constava que era expressamente proibida a divulgação de tais informações do aparelho fora do tempo de divulgação oficial.

Por Walison de Lima Cunha

Apple TV


Netflix realizou uma parceria com o Oculus Rift, que oferecerá aos assinantes a realidade aumentada e a possibilidade de compartilharem o que estão assistindo através da própria plataforma.

A alta tecnologia literalmente chegou para incrementar nossos dias. Aquelas ideias que tínhamos assistindo os desenhos de “Os Jetsons” podem estar cada vez mais perto de se tornarem realidade. Prova disso é a novidade que o Netflix trouxe: a empresa anunciou que agora os assinantes terão a oportunidade de assistir vídeos com realidade virtual.

Tudo isso graças à parceria que a empresa realizou com o Oculus Rift. A novidade, anunciada através do Twitter da Oculus, foi recebida com muita empolgação pelos entusiastas de tecnologia.

Além de exibir o catálogo em realidade aumentada, o serviço também oferecerá a possibilidade de os usuários compartilharem o que estão assistindo através da própria plataforma. Todo o serviço de streaming estará disponível em breve, assim que os óculos chegarem para venda nas lojas.

E a novidade não para por aí: a Oculus anunciou que outros serviços de streaming também estarão em sua plataforma em breve, como é o caso do Vimeo, Twitch e Hulu.

Para quem não sabe, a realidade virtual oferece a possibilidade da pessoa que está assistindo algum conteúdo de se sentir como se estivesse dentro da própria cena, vivendo a ação ou bem próximo dela, como em um teatro. É uma tecnologia parecida com o ambiente 3D, com a diferença, entre outros recursos tecnológicos, no próprio óculos, que realmente parece algo bem futurístico.

Ainda não foi anunciado o valor inicial do gadget, nem quando ele estará disponível oficialmente nas lojas, muito menos quando o produto chegará ao Brasil. Porém, se formos considerar a fascinação de muitos entusiastas de tecnologia, tendo como base a fila de lançamento do novo iPhone, que ficou gigantesca nos Estados Unidos, podemos esperar também uma espera grande para quando esse produto chegar ao mercado.

Do jeito que anda a tecnologia, não é de se duvidar que nos próximos anos possamos interagir diretamente com o conteúdo que estaremos assistindo. É esperar para ver.

Por Felipe Villares

Netflix terá realidade virtual

Foto: Divulgação


Queda registrada foi de 39%, com 4,85 milhões unidades vendidas contra 7,93 milhões no mesmo período de 2014.

O mercado brasileiro está em constante agitação pelo fato que o sinal a partir de maio de 2016 vai deixar de ser Analógico e passar para o Digital, mas isso não impediu do primeiro semestre de 2015 apresentar uma queda de 39% com relação à venda de televisores.

Para notar como essa queda foi considerável podemos pegar como referência o fato de que no mesmo período no ano passado foram vendidas exatamente 7,93 milhões (no ano todo passado o valor total chegou ao registro de 14,99 milhões), enquanto que no primeiro semestre de 2015 esse valor chegou a 4,85 milhões, conforme dados da Associação Nacional de Fabricantes e Produtos Eletroeletrônicos (Eletros).

Agora qual foi a razão dessa queda?

Um dos motivos mais nítidos é fato da ocorrência no ano passado da Copa do Mundo e juntamente com isso os consumidores preferiram realizar a compra antes do evento para ver os jogos da seleção brasileira em alta definição.  Fora isso ainda temos a atual crise econômica que o país está passando e que causa um impacto significativo direto na vida do consumidor.

A televisão antes era considerada pertencente a “linha marrom” e atualmente ela é vista como um “produto nobre”, ou seja, junto com as revoluções dentro da renovação tecnológica encontramos aparelhos com os mais diversos tipos de definições e recursos que agradam um público consumidor caracterizado pelo fato de gostar de ter e substituir os seus aparelhos a cada temporada.

Fora os televisores, outros produtos ainda tiveram uma queda nas vendas como os fogões, os refrigeradores e as lavadoras que no primeiro semestre do ano passado conseguiram vender 8,3 milhões de unidades, enquanto que agora em 2015, também durante o primeiro semestre, esse valor chegou a apenas 7,43 milhões de unidades, ou seja, uma queda de exatamente 11%.

Os processadores, os aspiradores, as cafeteiras e os ferros de passar também passaram pelo mesmo tipo de redução em relação do primeiro semestre de 2014, sendo que nesse período foram vendidas 25,6 milhões de unidades, enquanto que em 2015 foram apenas 20,6 milhões (redução de 19%).

Uma coisa é certa, acredita-se que com a alta divulgação pelo governo e também com a aproximação da troca para o sistema digital ocorra um aumento em torno de 60% dos televisores.

Por Fernanda de Godoi

Venda de TVs

Foto: Divulgação


Novidade necessita apenas de uma Smart TV conectada à internet para que jogos funcionem na nuvem.

O mundo dos games a cada dia oferece mais novidades aos seus usuários. A novidade da vez é um sistema de jogos através de uma nuvem, que permite que o usuário possa ter acesso e jogar qualquer jogo normalmente, sem a necessidade de um console. Basta apenas possuir uma Smart TV.

A tecnologia é possível, pois as TVs Smart já vêm equipadas de fábrica com um processador de quatro núcleos, que permite que o jogo rode perfeitamente, sem travamentos ou problemas técnicos. Os modelos de Smart TV de telas curvas possuem um processador ainda mais potente: de oito núcleos, o que possibilita rodarem os títulos mais pesados dos games.

O PES 2015, já vem adaptado para a novidade, pois acabou de entrar no acervo do GameFly no Brasil, um acervo que transmite vários jogos pela internet. Quem tiver uma Smart TV Samsung poderá ter acesso ao jogo, diretamente na nuvem e poderá jogá-lo sem a necessidade de possuir um videogame. Para ter acesso ao acervo do GameFly o usuário pagará uma taxa mensal, o equivalente a R$ 21,90, mas também haverá uma opção para quem quiser comprar jogos separadamente, sem a necessidade da taxa mensal.

A Konami é a primeira empresa que trouxe um jogo para o serviço de nuvem da Samsung. A empresa confia no sucesso do novo método, pois escolheu um jogo que é a preferência nacional: o futebol. Para ter uma experiência agradável com o jogo, é recomendada uma conexão de ao menos 8MB com a internet.

O futuro do mercado de videogames parece estar fadado ao fim, se a nova tecnologia agradar o mercado brasileiro. Se o custo-benefício de adquirir uma Smart TV for maior do que a de adquirir um console, provavelmente acontecerá uma grande queda das vendas.

Os fabricantes de consoles precisam urgentemente adotar uma medida para que a popularização do sistema de jogos em nuvem não atinja gravemente a indústria, sob o risco de extinção para os próximos anos.  

Por Patrícia Generoso

Jogar direto na TV

Foto: Divulgação


Netflix firmou um acordo com a empresa Telecom Itália. Para assistir os conteúdos do Netflix, os clientes deverão ter um decodificador fornecido pela empresa de telefonia italiana.

Cada vez mais em crescimento em todo o mundo, o Netflix está de olho também no mercado italiano. A empresa acaba de firmar um acordo com a Telecom Itália. A empresa de telefonia italiana anunciou na última quarta-feira (dia 29) que firmou um acordo com a empresa de Streaming, e que deseja impulsionar a demanda por uma internet mais rápida no país, que atualmente ocupa a terceira posição econômica na Zona do Euro.

Para melhorar a internet italiana, a Telecom está aumentando seus investimentos a fim de construir redes de fibra ótica modernas. Outra providência da empresa é fechar acordos com os provedores de conteúdo do país, como forma de somar novas fontes de receita ao capital da empresa. Todas essas iniciativas visam diminuir a perda que os serviços de telefonia vêm sofrendo, frente à competição dos conteúdos online.

Para assistir os conteúdos do Netflix, os clientes deverão ter um decodificador fornecido pela empresa de telefonia italiana. Os detalhes do acordo, como os valores da parceria não foram revelados pelas duas empresas.

Já no lançamento da parceria, os clientes que tiverem o decodificador poderão ter acesso a séries atuais de sucesso como “Sense 8” e “Demolidor”. Os documentários do canal e as comédias stand-up também serão disponibilizados, além da seleção especial de programas voltados para o público infantil.

Com a parceria, as duas empresas ganham muito: o Netflix estará mais perto de um de seus objetivos: superar a audiência de canais de TV abertos e fechados, como a CBN e a HBO. Além disso, a empresa também alcançará cada vez mais clientes, que empolgados com as novidades oferecidas farão uma propaganda positiva sobre o canal de streaming, além de em alguns casos, contratar o serviço para mais de um dispositivo simultaneamente (funcionalidade exclusiva para os assinantes Netflix) e a Telecom Itália manterá seus clientes, oferecendo um diferencial no mercado, e pode, quem sabe, reverter o cenário negativo e conseguir mais adesões.

Por Patrícia Generoso

Netflix na Itália


Crescimento do serviço de streaming é enorme e com os novos clientes, agora passa a marca de 65 milhões de adesões em todo o mundo.

Este ano tem sido um excelente ano para o Netflix. O serviço de streaming que oferece filmes e séries por uma mensalidade fixa tem conquistado cada vez mais fãs e, consequentemente, teve o preço de suas ações mais que duplicado neste ano.

A empresa teve um aumento de 3,28 milhões de clientes em todo o mundo. Essa quantidade de novas adesões aconteceu em apenas três meses e a empresa agora passa a marca de 65 milhões de adesões em todo o mundo.

Só nos Estados Unidos, a empresa ganhou cerca de 900 mil novos assinantes, número maior do que o previsto (600 mil) e internacionalmente o número de novas assinaturas foi de 2,37 milhões, também maior do que o projetado pela empresa (1,9 milhões).

Mas por que o Netflix faz tanto sucesso ao redor do mundo? No princípio de seu funcionamento, a empresa oferecia filmes que já haviam saído de cartaz nos cinemas em streaming, o que já lhe rendia boas adesões, já que é possível escolher o dia e a hora em que o filme será assistido e sem a necessidade de ocupar a memória de seu computador ou dos dispositivos de armazenamento móvel. Outra novidade implementada pelo Netflix é a possibilidade de assistir simultaneamente em até quatro aparelhos, dependendo de sua mensalidade. Há também a opção de filmes e séries em HD. Mas talvez o impulsionador das adesões em todo o mundo sejam as novas séries exclusivas do canal. Aclamadas pelo público e pela crítica, as séries são um verdadeiro atrativo aos novos clientes, e a oportunidade de assistir a qualquer horário também é uma vantagem a mais do sistema.

As pesquisas afirmam que o  Netflix pode superar a audiência das TVs já no próximo ano. Isso se deve ao fato de que a mensalidade do canal é muito mais atrativa do que o das TVs por assinatura por exemplo.

O Netflix pode ser o futuro da forma como assistimos TV? O que você acha?

Por Patrícia Generoso

Netflix


Nova linha traz uma melhora da qualidade dos sons e das imagens produzidas pelas TVs.

A famosa empresa de eletroeletrônicos LG mais uma vez saiu na frente, pois ela fez o lançamento oficial, no dia 12 de maio, da sua mais nova linha de TVs, a linha de aparelhos Ultra HD 4K. Essa linha de aparelhos tem como principal atrativo para o consumidor uma melhoria da qualidade dos sons e das imagens produzidas pelos televisores.

Ao todo, essa nova linha de aparelhos possui oito modelos distintos de televisores com preços que têm uma variação de R$ 5.249 para a versão de menor tamanho que é a de 49 polegadas a R$ 13.999 para a de maior tamanho disponível que é a de 65 polegadas. A empresa também tem outro televisor ainda maior que é de 79 polegadas, porém para este modelo o preço ainda está sob consulta.

O design dessa nova linha de televisores é totalmente ultraslim, tendo em vista que elas possuem apenas 8,5 milímetros de espessura, que segundo a fabricante é a menor existente, atualmente, no mercado. Para quem não consegue entender o que seria uma televisão com tecnologia de resolução Ultra HD 4K, este tipo de televisor possui nada mais nada menos do que o quádruplo de megapixels de um televisor comum daqueles somente om tecnologia de resolução Full HD.

Outra questão que diferencia os aparelhos com tecnologia Ultra HD é uma película exclusiva da marca LG que tem a função de ampliar a gama de cores em até 30%, película esta que foi batizada com o nome de Color Prime. Não há como negar, as diferenças são gritantes e perceptíveis, uma vez que principalmente as cores quentes neste tipo de televisor ficam mais brilhantes e vivas.

Diferentemente das versões anteriores, esses novos modelos de TV da LG possuem teclado numérico e trazem consigo o controle Smart Magic, o qual tem a incrível capacidade de detectar sons e movimentos.

Com relação ao design, em todos os modelos não há a presença de bordas, sendo que elas possuem um modelo de base inclinado que tem a função primordial de refletir o som do televisor para frente.

Por Adriano Oliveira

TV Ultra HD 4K

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: