Sony e LG anunciam que devem parar de fabricar televisores com a tecnologia ainda este ano.

A tecnologia 3D em TVs encantou muitos telespectadores em 2009 com o filme "Avatar", de James Cameron. E a experiência de ver uma "realidade virtual" na própria casa levantou o otimismo de muitas empresas, que se agitaram e enviaram uma quantidade enorme de aparelhos para as lojas. Além disso, as salas de cinemas com os filmes em 3D geralmente tinham um público maior.

Três anos depois, em 2012, algumas emissoras deixaram de lado este tipo de exibição. A DirecTV e a ESPN abandonaram o público alvo desta tecnologia.

A LG e a Sony são as duas últimas grandes fabricantes destes aparelhos e elas afirmaram que nesta temporada a produção se encerra. Para aqueles que acompanham as notícias do mundo das TVs, isso não é novidade. A Samsung, a Sharp, a Hisense e a TCL cancelaram o suporte ao 3D no ano passado. O motivo aponta para a falta de filmes e programas, mas o desenvolvimento desta tecnologia, que não foi das melhores, teve a sua parcela de culpa.

Em alguns sites, o termo "tecnologia morta" foi atribuído para essas televisões, porque desde 2012 as vendas destes aparelhos só vem caindo e no ano passado, em 2016, representou apenas 8% (oito por cento) do total vendido. O Blu-ray com 3D nativo é outro exemplo de aparelho com esta tecnologia que não está tendo sucesso nas vendas.

Tudo isso mostra que o público não se interessou muito por este tipo de entretenimento, algo que o NPD Group demonstrou em números, como foi o caso mencionado acima.

Tim Alessi, que é Diretor de Desenvolvimento de Produtos da LG, mencionou em entrevista ao CNet que o público nunca foi tão fã assim das TVs com 3D. Ele mencionou que o mercado tem outras prioridades na escolha de televisores.

Em entrevista relatada no site "Tecmundo", o Diretor Executivo do NPD Group, Ben Arnold, menciona que a tecnologia 4K/UHD, a HDR e as "TVs Inteligentes" são as exigências dos consumidores atuais.

A tecnologia tridimensional até pode, um dia, oferecer uma realidade quando se assiste alguma coisa, mas com a chegada da realidade virtual e aumentada, este caminho se tornou muito mais delicado e obsoleto.

Por Fernando Dias


Após o lançamento do seu primeiro filme Never Say Never, documentário que relata sua vida e que chegou a ficar em terceiro lugar como maior bilheteria em 2011,Justin Bieber se prepara para o lançamento do filme:" Believe" em 3D.

A direção ficará por conta do mesmo diretor, Jon Chu, que sugeriu aos fãs através do Twitter que enviassem perguntas ao cantor para a entrevista sobre o lançamento do novo trabalho do pop star (que  já passou por Toronto no mês passado no Film Festival 2013).

A entrevista ocorre neste final de semana e promete ser épica. Para os fãs de plantão que quiserem enviar suas perguntas em inglês, é só direcionar para o cantor em sua conta do Twitter no endereço  @justinbieber ou para o diretor do filme @jonmchu.

Há rumores de que sua estréia nos cimenas ocorrerá em Dezembro, porém, não existe uma data oficial confirmada, já que o cantor possui uma vasta agenda de shows a ser cumprida. Logo, isso significa que as fãs brasileiras  devem esperar um  pouco mais para ver Bieber no seu novo longa em 3D.

Justin, que passa por uma fase "bad boy" e tem a mídia voltada para sua vida pessoal, está otimista e admite estar vivendo a melhor fase da sua carreira. Entre as inúmeras parcerias musicais, recentemente o cantor gravou a música Twerk junto com Miley Cyrus, que recentemente também impressionou com a mudança de visual (para desfazer sua imagen Hanna Montana) e vem sendo alvo importante para os paparazzi de plantão.

Enquanto isso, vamos esperar para comprovar se esse filme  também será um sucesso de bilheteria para Bieber assim como seu antecessor, lançado em 2010.  

Por Luciana Ávila


No início da segunda semana de abril, as empresas Philips e Dolby anunciaram a mais nova tecnologia 3D do mercado, o Dolby 3D.

O que é mais interessante e revolucionário nessa nova tecnologia é que ela não necessita de óculos estereoscópicos para que as imagens “saltem” da tela na visão do telespectador. Mas, além disso, o Dolby 3D proporciona uma projeção de imagens que podem ser vistas em vários ângulos sem comprometer a qualidade, por não serem finas.

A compatibilidade desse novo 3D se dá com TVs – é claro – e com PCs, smartphones e tablets. E também, as empresas que desejarem utilizar o Dolby 3D podem o fazer mediante licenciamento junto da Philips e da Dolby.

A exibição da novidade aconteceu no evento NAB 2013, na cidade de Las Vegas, nos EUA, e chamou bastante atenção de quem estava presente principalmente por não ser necessário utilizar os óculos 3D que todas as TVs da atualidade necessitam – o que até foi muito mais interessante para pessoas que usam óculos de grau e acabavam se atrapalhando ao usar os óculos estereoscópicos.

As empresas que desejarem implantar o Dolby 3D poderão usufruir as ferramentas OCULA e NUKE, da Foundry, que colabora no desenvolvimento de conteúdos que sejam compatíveis com TVs, tablets, PCs e smartphones. 

Por Guilherme Marcon


A ReVuln (empresa especializada em serviços de segurança) divulgou nesta semana um vídeo interessante.

Com o título “A TV está olhando você” os pesquisadores da ReVuln mostram uma falha na televisão 3D da Samsung que permite o uso de recursos atraentes.

Com esta falha é possível invadir o aparelho e controlar diversas funções como webcam e canais de televisão.

Além disso, a partir desta falha é possível instalar códigos maliciosos no sistema operacional da televisão e fazer qualquer função presente no seu controle remoto bem como a leitura dos dados caso um pen drive USB esteja conectado à televisão.

Por Ana Camila Neves Morais


 

A Sharp aproveitou alguns dos principais eventos do ramo de tecnologia que vêm acontecendo para mostrar algumas das suas novidades, que chegará ao mercado nesses próximos meses. Dentre as principais novidades da empresa está a primeira linha de televisões em 3D com 80 polegadas, chamada de: LC-80LE844U. Será a primeira televisão que vai utilizar a tecnologia Quad Pixel Plus da Sharp. Assim, a tv promete imagens mais reais e definidas, já que a novidade foi desenvolvida pensando na forma como o cérebro humano processa as informações. Outras funcionalidades poderão ser vistas, como a  tecnologia Wifi, para comunicação com outros equipamentos, além de quatro portas de HDMI e uma nova interface desenvolvida exclusivamente para as televisões da Sharp. A previsão é que a TV em 3D de 80 polegadas chegue no mercado dos EUA no mês que vem.


Recentemente a LG fez um grande evento na cidade de São Paulo com o objetivo de mostrar os novos lançamentos que devem chegar ao país nos próximos meses. A Digital Experience 2012 foi um evento direcionado para a imprensa especializada e também para lojistas e varejistas. Um dos destaques do evento foram as novidades nas linhas de monitores e televisões para o Brasil.

Um dos grandes destaques entre dispositivos e televisores que estão sendo lançados pela LG é o Cinema 3D  D2500. Este modelo dispensa os óculos 3D para que os usuários tenham a sensação de terceira dimensão nas imagens que são geradas pelo aparelho. Para que o monitor consiga fazer os efeitos em 3D, a televisão tem uma câmera acoplada na televisão que detecta os movimentos de cabeças as pessoas e também os movimentos dos olhos, projetando as imagens em 3D.

O modelo que foi mostrado ainda é um protótipo, mas deverá chegar em breve às lojas. O modelo que foi apresentado no evento era de 25 polegadas e exibe imagens em Full HD.


A Bang & Olufsen lançou um novo tipo de televisor plasma, o BeoVision 12-65, um televisor ultra plano 3D com som central integrado (surround 7.1) e com 65 polegadas de diagonal. Esse televisor eleva a sensação de estar assistindo um filme no cinema, porém, sentado no conforto da sua poltrona.

O BeoVision 12-65 foi concebido pelos criativos da David Lewis Designers, que desenvolveram um conceito de design totalmente inovador. O televisor é muito leve e de espessura muito fina, revolucionando os conceitos atuais quanto ao peso do plasma. É composto ainda por um painel ultrafino NeoPDP que integra dois perfis dobrados em V. Os perfis são de alumínio, sendo um de cor preta e o outro em alumínio natural com um elevado brilho devido ao seu acabamento polido. Este design arrojado dá ao televisor um aspecto visual de algo muito fino e leve, conferindo-lhe também uma grande elegância.

Toda a estrutura do televisor é em folha de alumínio quase tão fina como uma lâmina (apenas alguns milímetros) e de cor preta, o que faz com que o televisor aparente ser todo em vidro, sem ser possível visualizar as junções.


Ao sabermos dos últimos lançamentos de monitores 3D, sempre nos perguntamos se, enfim, poderemos eliminar os incômodos óculos até então necessários para usufruir dessa tecnologia.

Nesta semana chegou a tão esperada notícia: a LG lançou o Monitor 3D (DX2500), de 25 polegadas, para o qual não são necessários óculos 3D.  Com esse lançamento, a LG é a primeira empresa do setor a receber a certificação TÜV Rheinland para um Monitor sem óculos 3D.

Essa proeza é realizada através das tecnologias barreira paralaxe e head-tracking, que permitem ao usuário uma liberdade de movimentos que seria impensável com o uso dos óculos.

Uma câmera embutida no monitor detecta alterações nos olhos e na cabeça do usuário e calcula sua posição em tempo real, de modo a ajustar a imagem projetada ao ângulo em que o observador se encontra. Assim, o efeito 3D é otimizado para que o usuário aproveite filmes, fotos, jogos, e mesmo a conversão de 2D para 3D, realizada através de hardware.

O Monitor LG 3D DX2500 já está disponível na Coreia. Vamos esperar pelo lançamento mundial, agendado para o ano que vem.

Por Máximo Santana

Fonte: lgnewsroom


Surge mais uma opção para aqueles que apreciam 3D: a Acer lançou o monitor 3D Series (HR274H), com 27″, Full HD e resolução 1920 x 1080.

O monitor possui uma estilosa base que pode girar 360 graus. Através da conexão HDMI é possível conectar o seu Blu-Ray Player, videogame, PC 3D para jogos e set-top box da TV a cabo.

A tecnologia FPR (Film-patterned retarder) reduz a fadiga visual, separando as imagens esquerda/direita para que apenas uma imagem atinja a lente esquerda ou direita dos óculos para 3D por vez.

Os óculos 3D, ligeiramente maiores que a primeira geração, permitem uma ampliação da área de visão e maior bloqueio da luz externa.

A novidade é que a Acer afirma que o Monitor 3D Series converte automaticamente conteúdo 2D em 3D, sem necessidade de software de conversão. Isso seria feito através de um chip, que permite ligar ou desligar a função no próprio monitor, realizando a conversão em tempo real. Não há ainda depoimentos sobre a forma como essa novidade funciona, mas ficaremos no aguardo.

Por Máximo Santana

Fontes: AcerEngadget


Engenheiros do Instituto Nacional de Ciência Industrial e Tecnologia Avançada (AIST) e da Universidade de Keio, ambos do Japão, desenvolveram um display com sistema de projeção holográfica, capaz de transmitir imagens tridimensionais sem o uso de telas, monitores ou óculos.

Esse sistema é chamado de “AERIAL 3D”, pois ao projetar um laser de plasma para o espaço, são estimuladas as moléculas de nitrogênio e oxigênio presentes no ar. Dessa forma as imagens são exibidas diretamente no ar, aparentando que os objetos exibidos são reais.

Essa tecnologia consegue criar até 50 mil pontos por segundo em uma taxa de aproximadamente 10 a 15 quadros por segundo.

Entretanto, os criadores do projeto estão trabalhando para melhorar o sistema em até 24 a 30 quadros por segundo, ou seja, a projeção vista na tela de um televisor.

O engenheiro Hayato Watnabe explicou o “porque” da criação deste projeto da seguinte forma: “Grande parte das formas de projeção em imagens tridimensionais tem uma tela 2D, o que nos proporciona uma falsa ilusão óptica. Porém, nossa tecnologia mostra imagens que pairam sobre o ar, e por isso as imagens em 3D são muito mais naturais”.

No momento, apenas é possível a exibição das imagens em uma única cor. Porém, imagens coloridas também poderão ser exibidas, ao utilizar feixes de luz nas cores vermelho e azul.

A tecnologia pode não ser “grande coisa”, mas pode ser uma excelente entrada ao futuro dos displays e telas.

Por Junior Belluzzo

Abaixo, uma pequena demonstração da tecnologia exibida no Festival Futur en Seine, em meados deste ano:


Às vezes um simples pedido de registro de patente pode causar um burburinho além da conta na internet. Foi assim com a notícia de que a Apple patenteou uma nova tecnologia 3D sem uso de óculos para ser usada, provavelmente, nas telas de seus dispositivos.

Sem entrar em detalhes muito técnicos, o que dá para dizer é que Apple pretende criar uma tela ondulada capaz de exibir imagens através do sistema de autoestereoscopia. Esse sistema funcionaria através de uma tela reflexiva capaz de enviar uma imagem diferente para cada olho.

Como essa tecnologia, só é viável em telas pequenas, eu me arriscaria a dizer que Apple poderia estar pensando em fabricar algum tipo de aparelho móvel 3D. Talvez um iPhone 3D ou um Macbook Air 3D ou, quem sabe, uma AppleTV 3D. Claro que isso é apenas especulação. Para saber quais são os reias planos da gigante de Cupertino para essa patente, teremos que pagar para ver.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: PC World


A promessa de TVs 3D que dispensam o uso de óculos é, com o perdão da redundância, mera promessa. Mas novidades nesse setor começam a surgir. Protótipos de alguns gigantes da indústria estão em desenvolvimento. Espera-se que daqui há alguns anos, isso vire uma realidade.

E uma nova empresa acaba de divulgar o desenvolvimento de uma TV 3D que não precisa de óculos, a Eizo. O modelo em questão é o DuraVision FDF2301-3D, um aparelho Full HD com 23 polegadas. Isso é um grande avanço em relação ao tamanho, já que até agora a tecnologia 3D sem óculos só é viável em dispositivos pequenos, com telas de no máximo 9 polegadas.

Até o momento, porém, não há informações sobre quando o aparelho chegará às lojas, ou quanto ele custará.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: