Nova linha de TVs da Samsung com resolução 8K chegaram ao Brasil.

O mercado brasileiro de televisores recebeu novidades neste início de abril: após a popularização das TVS em HD, Full HD e 4K, chegou a hora de evoluir. A Samsung apresenta no país a sua nova linha, com resolução 8K. O futuro ultrarrealista chegou para o consumidor final.

Os varejistas irão começar a receber as primeiras unidades do modelo ainda este ano. O Q900R ainda é um produto de nicho já que grande parte dos equipamentos ainda nem suporta toda essa resolução. Para os mais afoitos é importante se atentar ao preço que está salgado, ou melhor, muito salgado.

Como um produto de nicho, ele oferece todo o conforto que a nova resolução pode trazer. A promessa da tão famosa frase da imagem no cinema na sua sala novamente é enfatizada por aqui: a promessa são 33 milhões de pixels espalhados em todo o painel.

No total, três resoluções podem ser adquiridas pelos interessados: 65 polegadas, 75 polegadas ou 82 polegadas. Para baratear os custos e facilitar a logística, a Samsung promete que toda a montagem dos equipamentos será realizada em solo nacional, aproveitando as fábricas da sul coreana espalhadas na região amazônica com o Polo de Manaus e em outras localidades do país.

Possibilidade de tamanhos ainda maiores

Os modelos apresentados já impressionam pelo tamanho: painéis relativamente grandes, que aproveitam a resolução para entregar uma experiência de uso personalizada: mas, de acordo com a Samsung há espaço para tamanhos ainda maiores.

A promessa feita pela empresa é de que em algum momento ainda deste ano, uma televisão de 98 polegadas será apresentada, estando esta unidade também a disposição do consumidor final através do varejista de sua preferência.

Recursos explorados

A Samsung aproveitou para explorar todos os recursos trazidos pelo painel. Para a empresa, os dias em que a família se sentava para assistir a programação em algo pequeno e pesado está no passado. Exibindo a lacuna de líder mundial de venda no ramo de televisores há 12 anos consecutivos, a missão apontada pela sul coreana é a disponibilidade de telas grandes em que todos os seus dispositivos ficam conectados.

Para exaltar as cores fidedignas, um exemplo foi comprado: uma televisão normal e uma QLED com 8K de resolução. A promessa é aplicar a tecnologia de pontos quânticos para entregar cem por cento do volume da imagem, utilizando estes pontos para apresentar cores brilhantes e vividas.

Segundo a Samsung a tecnologia é de fabricação própria utilizando nanopartículas nos pontos quânticos. Com esta inovação, a garantia é da mesma imagem por vários anos independentemente do seu uso.

Outro destaque apresentado é com relação ao contrates. A empresa diz que a iluminação por zonas controlada pela tecnologia QLED, traz tons mais escuros independente de como a iluminação no ambiente está definida pelo usuário: o contraste estará mais fidedigno, pouco importa se o equipamento está instalado em locais de muita ou pouca luz.

O HDR já está embutido de forma automática e segundo a Samsung o recurso traz mais intensidade na execução de filmes ou séries. No quadro apresentado, comparando as atuais tecnologias com a tecnologia presente na nova televisão, o branco se torna mais branco, deixando a imagem menos estourada.

A Samsung traz também recurso de personalização. Ao desligar a televisão, o usuário pode definir uma imagem no recurso de modo ambiente, deixando assim o equipamento mais integrado com o ambiente em que ele está instalado. São imagens claras ou escuras que destacam a hora, a previsão do tempo e o momento em que a animação aparece.

Para encerrar, o controle remoto recebeu algumas inovações, com destaque para um botão destinado ao controle por voz, e outros para os equipamentos que estão plugados na televisão.

Preço

Fique atento ao preço. O valor sugerido para os comerciantes inicia em R$ 24.999,00 e pode chegar até R$ 89.999,00 dependendo do tamanho de televisor e modelo escolhido.

Por Leandrinho de Souza

TVs Samsung 8K


A TV 8K da Sharp possui 16 vezes a resolução da imagem de uma TV HD. Ela está sendo desenvolvida pela marca e já começou a ser comercializada no Japão.

Você está feliz da vida com a sua televisão HD, então imagine só uma tecnologia que aumente nada mais nada menos que 16 vezes a resolução da imagem! Estamos falando da televisão 8K! A primeira especulação de preço da TV ficava acima de R$ 500 mil, mas houve novas divulgações de preços até R$ 28 mil.

Em setembro, a marca Sharp anunciou o início das vendas dessa tremenda tecnologia! A resolução 8K conta com 7.680 x 4.320 pixels. No fim do mês passado (outubro), o modelo chamado LV-85001 começou a ser comercializado no Japão. O preço, em ienes (a moeda do Japão), é de 16 milhões. Isso em dólares equivale a 133 mil, enquanto em reais, o valor fica cerca de R$ 509 mil.

Sabe os cinemas com aquela tela gigante IMAX? A tecnologia das televisões 8K tem quase a mesma definição, contando com 4320p. Sucessora da tecnologia 4K, a 8K tem 16 vezes a resolução do que as famosas televisões de alta tecnologia atuais, que apresentam 1920 x 1080 pixels. A tecnologia 4K que já é famosa e não muito acessível tanto em preço quanto em disponibilidade de estoques nas lojas no Brasil, atende resolução de 3.840 x 2160.

Vamos falar da tela da TV 4K da Sharp: 104 pixels para cada uma das 85 polegadas que possui. A empresa já havia lançado televisores 8K voltadas para o mercado corporativo em 2015, o que demonstra o quão avançado o grupo é em tecnologia.

A Linha AQUOS anunciada pela marca, será lançada na China e no Japão ainda neste ano, enquanto em 2018, espera-se a chegada das 8K também em Taiwan e no continente europeu. Acerca dessa linha, ainda não há divulgação oficial de preços, mas há uma fonte jornalística que afirma que no Japão, ela será lançada por 1 milhão de ienes, o que no Brasil simboliza cerca de 28 mil reais.

Em outros mercados de negociação, esse valor fica inferior ao da linha da LG, OLED. Essas custam até 30 mil reais. Portanto, é provável que se essa linha especificamente chegar ao Brasil, que os preços sejam mais elevados. Enquanto esse modelo exibido na IFA ficou sem preços definidos, o monitor vendido anteriormente – em 2015 – é de 85” e custou um pouco mais de 400 mil levando em consideração a cotação atual.

Apesar da Sharp vir trabalhando modelos 8K desde 2015, o gargalo para comercialização do produto era justamente o custo, pois estavam saindo por aproximadamente 130 mil dólares, como citamos. Enquanto isso, a escassez de conteúdos produzidos para essa tecnologia também é um desafio já que a 4K ainda nem se tornou de fato uma realidade para o consumidor final.

Embora haja a resolução disponível para reproduzir os conteúdos, ainda não existem muitas produtoras que trabalhem em 8K, ou seja, de nada adianta você ter uma super televisão se os programas não entregarem toda a resolução que ela pode reproduzir. Contudo, a Sharp está trabalhando na tecnologia, a fim de desenvolver um super ecossistema de 8Ks.

Para quem acha isso improvável, é importante pensar que há alguns anos atrás, pensar em tecnologia 4K era insano e agora, ela vem se inserindo cada vez mais em nosso cotidiano, tanto na venda de TVs quanto na produção de conteúdos para tal qualidade. Em países mais avançados tecnologicamente como é o Japão, programações com qualidade 8K já estão sendo previstas para o próximo ano. Agora é esperar para ver como e por quanto essas belezinhas vão chegar ao Brasil.

Por David Ferreira

Sharp TV 8K





CONTINUE NAVEGANDO: