The Virtual Reality Cinema oferece aos convidados um kit de realidade virtual que proporciona uma experiência única em realidade virtual.

Neste mês de março aconteceu a inauguração do The Virtual Reality Cinema. Foi a empresa &samhoud Media que apresentou a novidade, que é o primeiro espaço permanente em todo o globo, e mostra um cinema de maneira diferente para as pessoas. No lugar de uma tela grande que estamos acostumados, os convidados utilizam um kit de realidade virtual que conta com um óculos e fones de ouvido.

O estabelecimento fica na Holanda, em Amsterdã. Nele, as pessoas encontram 50 aparelhos do Samsung Gear VR que são usados ao lado de smartphones Galaxy S6, os quais foram selecionados devido a não terem muitos cabos e também possibilitam movimentação maior. Há também cadeiras que giram em 360 graus e mais 50 fones de ouvido da marca Sennheiser. Tudo para melhorar a experiência de realidade virtual.

A sessão tem um total de 30 minutos e os conteúdos mostrados são aqueles que foram especialmente desenvolvidos para o uso na tecnologia da realidade virtual. Um exemplo é quando o convidado do local fica no meio do palco de um show do U2, ou então, um voo sobre a cidade de Nova York de helicóptero.

Para quem quiser ter essa experiência deve desembolsar um ingresso no custo de 12,50 euros (aproximadamente R$ 45). Espaços semelhantes devem ser abertos também em cidades como Paris, Londres, Madrid e Berlim.

Crescimento da tecnologia da realidade virtual:

Um relatório foi divulgado pela empresa de consultoria ABI Research, que é voltada para o mercado tecnológico, aponta que as vendas de aparelhos de realidade virtual deve contar com um crescimento de 84,5% nos próximos quatro anos. Até o ano de 2020 serão 50 milhões de unidades comercializadas.

Esse relatório também apresentou dados referentes à realidade aumentada. A Microsoft é uma das empresas que deverão lançar produtos deste segmento, além da consultoria também ressaltar a importância do Oculus Rift, que hoje pertence ao Facebook. Esse dispositivo que fez com que outros modelos também chegassem ao mercado como é o caso do Google Cardboard, o HTC Vive e o Gear VR, da Samsung.

O CardBoard da Google, segundo a ABI Research, apresentou um papel preponderante para que a tecnologia fosse popularizada devido ao seu custo baixo que acarretou na cinco milhões de unidades distribuídas do modelo lançado em 2014. 

Cinema virtual

Foto: Divulgação


Novo filme irá estrear em 9 de julho nos cinemas.

Quem curtiu a aventura anterior de John Bennett e seu urso Ted pode preparar-se por que vem muito mais aventura por aí. Um desejo de infância de John que se torna realidade: que seu ursinho de pelúcia, seu único amigo, ganhe vida – assim nasce Ted e os dois se tornam amigos inseparáveis. Ted acaba ganhando fama, mas logo é esquecido. Suas principais características são o comportamento irresponsável e vulgar e que, muitas vezes, atrapalha a vida de John Bennett. Outras características que lhe são atribuídas: grosso, debochado, imaturo, mal-educado e beberrão.

Pois a dupla volta no próximo mês, em Ted 2, a continuação do longa de sucesso de 2012 e com previsão de estreia dia9 de julho. A dupla volta para mais um desenrolar cheio de baixarias (não espere ver um urso de pelúcia politicamente correto). A história desta vez é que Ted se casa e pretende ter um filho, só que precisa de um doador de esperma e que a justiça libere.

O novo filme conta um com elenco espetacular, além de Mark Wahlberg, tem Liam Neeson, Amanda Seyfried, que é a namorada de Wahlberg (a nova, pois a namorada do primeiro filme era Mila Kunis). O excepcional Morgan Freeman também dá as caras, ele é o advogado especializado em direito civil e é quem ajudará nosso amigo Ted a provar que é uma 'pessoa' apta a cuidar de uma criança, só assim ele poderá ter o filho que tanto quer. Mila Kunis também aparecerá, em uma participação especial.

Deixamos para o final um detalhe: adivinhe quem será o doador de esperma para que Ted e a esposa consigam ter um filho? Acertou quem disse John.

Então, esse filme promete muita diversão ou não? Lembrando que o filme é recheado de obscenidades e vulgaridades, inclusive, sua classificação indicativa é de filme proibido para menores.

Programe-se para a diversão, não esqueça, é 9 de julho.

Por Elia Macedo

Ted 2


Liderando novamente as bilheterias, “Capitão América – O Soldado Invernal” veio com tudo às telonas.

Em apenas 3 dias de filme, ele alcançou mais de 41 milhões de dólares.

Deixando pra trás assim, a sequência de “Rio”, que alcançou volta de 38 milhões de dólares.

Após o filme “Os Vingadores”, toda sequência que diz respeito aos heróis da Marvel, gera euforia e ansiedade nos fãs dos heróis. Quando se diz que um filme sobre algum desses heróis será lançado uma legião de fãs aguardam ansiosamente pelo lançamento. Foi assim com “Homem de Ferro 3”, “Thor 2 – Mundo Sombrio”, e não poderia ser diferente com a sequência de Capitão América.

Um breve resumo sobre quem é este herói e em seguida uma breve sinopse sobre o 2º filme: seu nome verdadeiro é Steve Rogers. Steve é um rapaz fraco, melhor, franzino, com uma enorme vontade de servir o exército e lutar a favor de seu país durante a 2ª Guerra Mundial. Mas Steve teve seu alistamento reprovado. Dali em diante ele decide que irá servir o exército custe o que custar, literalmente. Ele se torna cobaia de um experimento, o projeto “supersoldado”. Steve se submeteu ao experimento, onde foi injetado nele um soro especial e radiação de raios. Fazendo com que seu físico se transformasse por completo, transformando um rapaz franzino em um superatleta forte, ágil, musculoso e veloz.

Dois anos depois de um evento que parou Nova York (Os Vingadores), Capitão América (Chris Evans) continua trabalhando juntamente com a Viúva Negra (Scarlett Johansson)  para a S.H.I.E.L.D, liderada ainda pelo Nick Fury (Samuel L. Jackson), e também tentando se adaptar à modernidade depois de anos congelado.

Mas uma nova ameaça surge, abalando a S.H.I.E.L.D e todo a população do país. Um misterioso inimigo conhecido como Soldado Invernal.

Corra para o cinema e acompanhe o desfecho dessa emocionante história.

Não deixe de ver este filme. Muita ação e emoção. Vale a pena conferir.

Por Jaime Pargan

Filme Capit?o Am?rica

Foto: Divulgação


Os brasileiros parecem ter dispensado menos tempo e dinheiro para ir ao cinema nos últimos anos. Essa tendência pode ser explicada com maior clareza por meio de estudos mais especializados, contudo, boa parte da população pode entender essa situação ao notar o aumento da pirataria pelas ruas e também pelas promoções de DVDs no varejo online e físico.

Apesar de todos os contras, as salas de cinema começaram a contabilizar altas em virtude da nova tecnologia 3D (três dimensões). Entre janeiro e agosto de 2010, o público que frequentou as seções saltou 13,3% em comparação ao período igual de 2009, algo proporcional se considerada a renda, que abrangeu crescimento de 24% na mesma base comparativa.

Tido como o mês mais ameno para o mercado cinematográfico devido aos poucos lançamentos provenientes da principal indústria do ramo, Hollywood, agosto conseguiu números interessantes. De acordo com o portal R7, houve ampliação de quase 55% nas pessoas assistindo a filmes e outros 61,6%, na renda. Como adendo, o aumento superior das receitas tem origem no preço mais alto das sessões 3D.

Por Luiz Felipe T. Erdei


De olho na vertente de filmes em 3D que promete ser a sensação do mercado de entretenimento nos próximos anos, a empresa indiana Reliance MediaWorks e já está preparando os homens de Bolywood para ingressar na onda.

Os seus 2.700 funcionários estão sendo treinados para converter filmes em 2D para 3D a partir deste ano. A empresa faz parte do conglomerado que pertence ao bilionário indiano Anil Ambani.

Ainda se discute se o mais apropriado seria fazer filmes direto em 3D ou se é mais interessante filma-los em 2D e depois fazer a conversão, mas os indianos já preparam seu primeiro filme com a nova tecnologia para este ano.

A instalação de tecnologia de projeção digital nos cinemas, necessária para imagens em três dimensões, tem crescido até na Europa, desafiando a crise econômica. Empresas como a Sony apostam no lançamento de televisores em 3D.

Por Mauro Tavares

Fonte: G1 Tecnologia


Recentemente o diretor americano, James Cameron esteve no Brasil e o governador do Amazonas sugeriu que a sequencia do filme 3D Avatar fosse filmado na floresta amazônica. Cameron, disse não.

O interesse em produções 3D está crescendo, seja no cinema, seja na televisão. A nova tecnologia pretende dar fôlego às produções que sofrem cada vez mais com a pirataria, que encarece as produções e faz diminuir o lucro.

O Brasil não pode ficar de fora. O 3D é uma realidade, e ninguém duvida que o futuro as produções mergulharão nesse ambiente, num caminho sem volta. E a primeira produção cinematográfica brasileira a embarcar nessa onda deverá ser o longa Tainá 3.

O filme, que conta a história de uma indiazinha da amazônia que luta contra traficantes de animais, é uma das produções de maior sucesso do cinema nacional. Atualmente em pré-produção, os produtores de Tainá 3 começarão em breve a fazer testes com equipamentos.

Por Maximiliano da Rosa


Guerra ao terror  (em inglês: Hurt Locker) foi a grande surpresa do oscar desse ano.  Garantiu a sua diretora todos os prêmios mais importantes e ainda o oscar de diretor do ano.  E pensar que no Brasil o filme nem ao menos chegou a ir aos cinemas, foi lançado diretamente em dvd. Para quem quiser guardar essa pequena relíquia a saraiva está vendendo o dvd em bluray por 3x sem juros de R$ 29,97. Na compra pelo site da loja o frete é grátis. Tem ainda os filmes do momento Crepúsculo e Lua Nova, por 3x 33,30, respectivamente. O frete é igualmente grátis.





CONTINUE NAVEGANDO: