O brasileiro Carlos Saldanha é uma das maiores revelações do cinema mundial nos últimos anos. Presente na produção do sucesso “A Era do Gelo”, inclusive tendo trabalhado como diretor na terceira sequencia da série de animação, ele agora parte para uma produção onde o Brasil é o pano de fundo.

O novo trabalho do diretor dá uma guinada brusca: sai da neve direto para as praias do Rio. Aliás, o título do filme é esse mesmo: “Rio”. O longa conta a história de uma simpática Arara azul que resolve fugir do lugar onde vive nos Estados Unidos, e partir para o Rio de Janeiro, onde vai viver uma série de aventuras.

Além de ser uma obra de animação gráfica, “Rio” será um dos primeiros filmes do seu gênero a utilizar a tecnologia 3D estereoscópico, e deverá estrear nos cinemas em 2011.

Entre os dubladores do filme deve estar o brasileiro Rodrigo Santoro.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Cine Pop


De olho na vertente de filmes em 3D que promete ser a sensação do mercado de entretenimento nos próximos anos, a empresa indiana Reliance MediaWorks e já está preparando os homens de Bolywood para ingressar na onda.

Os seus 2.700 funcionários estão sendo treinados para converter filmes em 2D para 3D a partir deste ano. A empresa faz parte do conglomerado que pertence ao bilionário indiano Anil Ambani.

Ainda se discute se o mais apropriado seria fazer filmes direto em 3D ou se é mais interessante filma-los em 2D e depois fazer a conversão, mas os indianos já preparam seu primeiro filme com a nova tecnologia para este ano.

A instalação de tecnologia de projeção digital nos cinemas, necessária para imagens em três dimensões, tem crescido até na Europa, desafiando a crise econômica. Empresas como a Sony apostam no lançamento de televisores em 3D.

Por Mauro Tavares

Fonte: G1 Tecnologia


Os jogos da Copa do Mundo deste ano deverão ser transmitidos pela Rede Globo, em 3D, nos cinemas, através de uma parceria entre Cinemark e a Golden Goal.

Espera-se projetar os jogos da seleção brasileira, a final e a partida da disputa do terceiro e quarto lugares, em diversas capitais brasileiras, totalizando vinte e cinco salas de cinema, da rede Cinemark.

A Rede Globo ainda não sabe se as sessões serão abertas ao público ou apenas aos patrocinadores. Mas, sem dúvida, será uma experiência muito especial ter esta sensação de estar presente ao vivo, assistindo um jogo da seleção brasileira pela Copa do Mundo. E provavelmente, esta tecnologia também será utilizada na Copa de 2014.

Fonte: Portal imprensa e G1

Por Elizabeth Preático


O cinema 3D não é novidade. A tecnologia já existia desde meados do século passado. Mas os altos custos e falta de salas com a infraestrutura necessária, principalmente em países emergentes como o Brasil, fez com que as empresas diminuíssem cada vez mais os investimentos.

Com a chegada da TV 3D, o cinema 3D não estará mais sozinho nessa escalada. Graças à tecnologia digital, que barateou a produção dos filmes, o 3D virá com força para conquistar seu espaço. A principal diferença entre o cinema 3D de hoje em relação ao de décadas atrás é que ele não ficará restrito às salas de exibição, e aportará massivamente nos lares mundo à fora.

Ou seja, mesmo em cidades que não contam com cinemas capazes de exibir o 3D, as pessoas ainda poderão assistir o mesmo filme em seus televisores FULL HD. Até lá o Blu-ray, outra tecnologia emergente, certamente estará totalmente disseminado. E o resultado será uma qualidade de imagem jamais vista.

Por Maximiliano da Rosa


Recentemente o diretor americano, James Cameron esteve no Brasil e o governador do Amazonas sugeriu que a sequencia do filme 3D Avatar fosse filmado na floresta amazônica. Cameron, disse não.

O interesse em produções 3D está crescendo, seja no cinema, seja na televisão. A nova tecnologia pretende dar fôlego às produções que sofrem cada vez mais com a pirataria, que encarece as produções e faz diminuir o lucro.

O Brasil não pode ficar de fora. O 3D é uma realidade, e ninguém duvida que o futuro as produções mergulharão nesse ambiente, num caminho sem volta. E a primeira produção cinematográfica brasileira a embarcar nessa onda deverá ser o longa Tainá 3.

O filme, que conta a história de uma indiazinha da amazônia que luta contra traficantes de animais, é uma das produções de maior sucesso do cinema nacional. Atualmente em pré-produção, os produtores de Tainá 3 começarão em breve a fazer testes com equipamentos.

Por Maximiliano da Rosa


Praticamente todo mundo já deve ter ouvido falar e ter assistido o grande sucesso do cinema atual que é o filme Avatar, de James Cameron. Ele se apresenta em versão normal e 3D, sendo esta última sem dúvida é a mais emocionante, dando mais vida e realidade às cenas do filme.

Mas o Ministério da Saúde da Itália não está gostando da utilização maciça dos óculos 3D e mandou retirar do mercado cerca de sete mil deles, correndo-se o risco de mais serem confiscados.

O receio dos profissionais de saúde italianos está na dúvida sobre a higienização do material entre uma sessão e outra, e os riscos que isto pode ocasionar à saúde das milhares de pessoas que o utilizam periodicamente. Mas o filme continua fazendo sucesso na Itália, onde o filme Avatar é o de maior sucesso em vendas no país.

Realmente algo curioso a se preocupar aqui no Brasil também, visto que os usuários recebem o óculos para as sessões de cinema sem qualquer informação sobre os riscos ou limpeza dos mesmos, correndo-se o risco de pegar algum tipo de doença oftalmológica.





CONTINUE NAVEGANDO: