Fonte: Anandtech.com

 

A LG divulgou nesta semana que irá lançar durante a feira CES 2013 sete novos modelos de Google TV.

Estes aparelhos fazem parte das séries GA6400 e GA7900 com telas variando entre 32 e 60 polegadas de resolução com alternativas interessantes de uso como comando por gestos e voz e imagens em 3D.

Além disso, as novas televisões da LG terão uma qualidade de alta-definição, com a nova versão do Magic Remote já com teclado QWERTY, jogos online OnLive e uso da plataforma de entretenimento da Google.

Por Ana Camila Neves Morais


Definitivamente, o Google está investindo pesado na criação de novos aparelhos com a sua marca. Além dos rumores acerca do Nexus Tablet, tudo indica que a Google TV chegará muito em breve ao Brasil, através da produção da Sony.

A própria Sony fez a demonstração do equipamento, junto do lançamento de seu novo tablet, o Tablet S, e de três novíssimos modelos para a linha Xperia de smartphones, que chegarão ao mercado brasileiro.

Conforme a fabricante, a “caixinha preta” da Google TV ainda está em fase de conclusão, pois fará parte da nova linha de home theaters que será lançada, o que deve acontecer até o final deste ano no nosso país.

A caixa preta que “possuía” a Google TV em suas configurações é o NSZ-GS7 Network Media Player, que possui controle remoto híbrido, pois em um lado é o controle propriamente dito e do outro é um teclado QWERTY, utilizado para a digitação.

A Sony não divulgou datas nem valores da nova linha de equipamentos com a Google TV, mas, como é padrão da empresa, após a demonstração do produto muito em breve ele será lançado.

Por Guilherme Marcon


A LG, que é a segunda colocada no ranking das maiores fabricantes de TVs do mundo, anunciou que pretende lançar no mercado uma nova televisão com a plataforma Google TV, na semana do dia 21 de maio.

Com os rumores de que a Apple irá lançar uma TV completa no início de 2013, a LG adotou uma posição mais agressiva no desenvolvimento de novos aparelhos e, juntamente com o Google, pretende se defender da possível ameaça da Maçã.

Conforme o vice-presidente da divisão de TV da LG, Ro Seogho, a produção da Google TV começou no dia 17 de maio, quinta-feira, na fábrica que fica no México. Com isso, os consumidores norte-americanos já poderão comprar o novo aparelho na semana do dia 21. Mas a ideia da sul-coreana é de expandir para a Europa e Ásia posteriormente, dependendo de como for o desempenho nos EUA.

A Google TV permitirá que as pessoas utilizem a internet e as ferramentas do próprio Google, como YouTube, buscas e mapas, diretamente na tela das televisões. A perspectiva é de que faça o mesmo sucesso que o Android vem fazendo, pois a primeira tentativa da plataforma da gigante das buscas para as TVs, lançada em 2010, foi um fracasso devido à carência de recursos para conteúdo Web.

A LG não divulgou detalhes sobre o novo aparelho, como valor e o tamanho da tela, mas tudo indica que será um aparelho revolucionário.

Por Guilherme Marcon


No dia 6 de janeiro a LG Electronics fez o anúncio da sua primeira Google TV, que será apresentada na CES 2012, que acontece de 10 a 13 de janeiro. A nova TV mistura as características das Smart TVs produzidas normalmente pela LG com o sistema Android, assim é possível oferecer uma experiência nova aos consumidores.

Essa nova TV tem uma interface parecida com a versão Honeycomb do Android e é acessada com o “Magic Remote Qwerty”, que é um controle da LG que possui um teclado QWERTY e tecnologias de reconhecimento de voz, facilitando o acesso à internet e aplicativos na TV.

O aparelho também terá um chipset de arquitetura ARM, sendo capaz de efetuar tarefas simultâneas. A Google TV da LG  também possui tecnologia CINEMA 3D, que permite a visualização em terceira dimensão do que é exibido em 2D.

Infelizmente não temos mais característica como o tamanho da tela, preço, dia de lançamento e os mercados onde ela será comercializada. Contudo percebemos que a nova TV é um poço de tecnologia e diversão e com certeza chamará atenção daqueles que não conseguem deixar de ter um “pouquinho” de tecnologia em casa.

Por Tiago Batista


As três maiores redes de Tv americanas bloquearam acesso aos seus programas via Web, através do serviço TV online do Google. Essa atitude fez com que a abrangência dos serviços onlines não crescesse como o previsto.                                                                                                                      

A empresa Walt Disney e a NBC Universal foram uma das empresas que deixaram indisponíveis os acessos aos seus programas online, que, todavia, podem ser vistos na TV aberta.

Já outras empresas decidiram bloquear parcialmente o acesso aos seus programas como a CBS.

A finalidade do Google TV, que foi lançado em Outubro deste ano, é fazer com que seus usuários acessem a internet através da tela de seus televisores.

Por Carla Caldeira


TVs inteligentes parece que são o futuro. O Google anunciou que lançará sua Google TV até o fim do ano nos Estados Unidos, integrando serviços de entretenimento e multimídia. E a preocupação agora é a concorrência direta com a Apple TV. E ao contrário da Apple, o Google promete que o serviço será gratuito.

E o Google não está sozinho. Várias empresas são parceiras da gigante de buscas e devem aderir ao serviço. Uma delas é a Sony. Outra, é a Samsung, que disse estudar a possibilidade usar o sistema Android em seus televisores. Tudo vai depender de negociações com provedores de conteúdo, informou a empresa.

Além disso a Samsung deixou escapar que está trabalhando em outros sistema operacional próprio que poderia ser usado tanto em smartphones como em TVs.

Por Maximiliano da Rosa


Enfim, a Google TV. Um dos produtos mais esperados do ano acaba de ser anunciado durante a I/O, conferência para desenvolvedores do Google. O projeto tem a participação de muitas empresas como Intel e Logitech. Uma das primeiras fabricantes a incorporar o recurso em seus aparelhos será a Sony.

O sistema é baseado no Android 2.1 e traz para a sala de visitas toda interatividade que por enquanto só é possível no computador. Ou seja, se você estiver assistindo uma seriado como Lost, Heroes, Sobrenatural ou qualquer outro, não precisará mais levantar do sofá para obter mais informações sobre ele. Tudo será feito através do navegador Chrome, que já é velho conhecido dos internautas.

Muitos recursos estão por vir. Isso é só o começou. O Google estima atingir um mercado de mais de 4 bilhões de pessoas, e vem para concorrer diretamente com a Apple. Futuramente será disponibilizado uma API especial e desenvolvedores poderão acrescentar funcionalidades à TV do mesmo jeito que fazem com os smartphones Android.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: