A Mitsubishi inovou mais uma vez e lançou um televisor LCD com HD interno e leitor de Blu-ray. Com esses recursos, o consumidor poderá assistir filmes em Blu-ray de forma prática (sem precisar adquirir um player separadamente) e ainda poderá gravar seus programas preferidos de TV Digital diretamente no HD do televisor.

Apostas em televisores combinados com algum outro equipamento não são novidade. Empresas brasileiras e outras multinacionais já lançaram outros projetos no passado. A Semp Toshiba, empresa nacional, contava com televisores de 29 e 34 polegadas com videocassete acoplado, além disso, a empresa também já ofereceu TV de 20 polegadas com DVD Player. São produtos que atendem a nichos específicos de mercado e normalmente não atingem altos volumes de vendas.

O equipamento da Mitsubishi oferece uma tela LCD de 22 polegadas com resolução de 1366×768 pixels, possui entrada USB, slot para cartão SD e conector Ethernet.

É possível transferir arquivos para o HD interno de 500GB e assisti-los diretamente no televisor.

O modelo LCD 22BLR500 é uma aposta ousada da Mitsubishi, mas pode dar mais certo do que as apostas similares feitas no passado, já que o mercado está assimilando mais facilmente os televisores dotados de recursos antes exclusivos de microcomputadores.

Por Luiz Moreira


A Mitsubishi, uma das mais tradicionais fabricantes japonesas de equipamentos eletroeletrônicos, lançou recentemente um televisor 3D com tela de 92 polegadas. O modelo é o WD-91840.

O produto foi desenvolvido com a tecnologia DLP (Digital Light Processing), a mesma utilizada em projetores multimídia. O aparelho é equipado com 16 alto-falantes e processadores de som especiais que completam o Immersive Sound, uma tecnologia desenvolvida pela Mitsubishi. O objetivo desse sistema é proporcionar ao telespectador a mesma experiência que ele teria com um televisor equipado com sistema de som em multicanais (Dolby Digital, por exemplo), mas sem a necessidade de fios espalhados pela sala.

Quanto ao efeito 3D para esse televisor o processo é muito simples. Um emissor infravermelho é conectado ao televisor ou a um adaptador 3D, e envia informações para o óculos 3D. A imagem é similar à obtida nos melhores equipamentos do gênero.

O produto conta ainda com saída para subwoofer do tipo variável, Bluetooth, quatro entradas HDMI, varredura de 120hz, tela no formato 16×9, conversor digital, duas entradas USB e compatibilidade com resolução Full HD (1920×1080 pixels).

Por enquanto o produto está disponível no Brasil apenas por meio de importação, mas vale a pena conferir a novidade e pensar na aquisição, já que com uma tela desse tamanho é possível montar um Home Cinema dos sonhos.

Por Luiz Moreira





CONTINUE NAVEGANDO: