Emissoras se unem e ameaçam encerrar transmissão de seus canais na TV a Cabo.

Todo brasileiro que gosta e assiste televisão já sabe que aos poucos o sinal analógico de transmissão está sendo desligado em todo o território brasileiro. Alguns estados já possuem apenas o sinal digital e outros como São Paulo, já possuem data marcada para o desligamento.

Nesse sentido, está previsto para o próximo dia 29 do mês de março, quarta-feira próxima, o desligamento do sinal analógico do estado de São Paulo. Dessa forma, quem possui aparelhos televisores que operam com o sinal analógico devem comprar um aparelho conversor que realizará a conversão do sinal a partir de então digital para analógico. Só dessa forma esses televisores poderão funcionar na chamada televisão aberta.

Com os televisores que funcionam com o sinal digital tudo estaria certo, se não fosse um acordo realizado entre algumas emissoras que não vão mais fazer parte dos canais da TV fechada.

As emissoras Rede Record, RedeTV e SBT, desde a última segunda-feira, vêm anunciando em pronunciamento oficial que estarão fora da listagem de canais da TV paga. Tal fato ocorre pelo motivo de que as empresas Embratel, Net, Vivo, Claro e Sky se negam a fornecer o sinal digital a essas emissoras.

Nesse sentido, diante da falta de um acordo entre essas empresas e as emissoras de TV, em conjunto essas emissoras fizeram o comunicado de que a partir da data do dia 29 de março, os assinantes de TV paga não poderão mais contar com suas programações.

Contudo, como todos sabem, essas 3 emissoras são muito populares e estão na TV aberta há muitos anos e possuem uma grande audiência. Desde a segunda-feira isso vem sido informado aos telespectadores e até o momento não houve nenhum tipo de acordo no que se refere à negociação de direitos de transmissão desses 3 canais, sendo que com outras emissoras nacionais e até mesmo internacionais acordos forma realizados.

Os usuários que pagam pelos serviços dessas empresas de transmissão até o momento ainda possuem o sinal dessas três emissoras, contudo, a partir do dia 29 não poderão mais assistir suas programações.

Apesar de que as TVs por assinatura possuem muitos canais com programações diversificadas para todos os públicos, a RedeTV, Rede Record e SBT são muito populares, o que deve criar uma certa polêmica entre os assinantes.

Sirlene Montes


A Rede TV! inovou ao ser a primeira emissora do mundo a exibir um programa ao vivo em formato 3D. O problema é pouca gente viu, a não ser, é claro, os convidados que estiveram na sede da empresa para assistir o Pânico na TV em 3D, no último dia 23.

A empresa pretende ser pioneira no assunto, e planeja estender a tecnologia para cobertura de eventos esportivos como corridas automobilísticas e o futebol, já que a emissora transmite as partidas da série B do Campeonato Brasileiro.

No entanto, o diretor de operações da emissora, Khaled Adid alertou para exposição demasiada à tecnologia 3D. Segundo ele, mais que dez minutos de exposição à tecnologia é capaz de causar náuseas.

Por isso, a empresa informou que não deve abusar do formato.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Na Telinha


Tudo bem que as TVs 3D estão demorando para chegar ao mercado. Mas é bem possível que até o dia 23 de Maio, alguns clientes já tenham em casa um dos modelos vendidos pela Samsung, por exemplo. Caso contrário, ninguém conseguirá acompanhar a transmissão histórica que a Rede TV! pretende fazer nesse dia, exibindo um programa ao vivo totalmente em 3D.

O programa escolhido foi nada menos que o Pânico na TV. Será a oportunidade de assistir a Sabrina Sato e as paniquetes em 3D pela primeira vez na vida.

Se tudo der certo, a emissora estará dando uma grande rasteira nas poderosas Rede Globo e Record, que ainda não se mexeram. A vênus platinada, como gosta de falar o Emílio Zurita, pretende estrear a tecnologia apenas em Junho, durante a Copa. Mas só nos cinemas.

Quanto às outras, apenas a Band já exibiu algo parecido durante a corrida de Fórmula Indy em São Paulo, no mês de Março. Porém, apenas quem estava presente no evento conseguiu ver a disputa em 3D, através de TVs em demostração.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Adnews





CONTINUE NAVEGANDO: