Saiba aqui o que fazer para continuar assistindo TV após o desligamento do Sinal Analógico em SP.

À meia-noite de quarta-feira (29 de março) para quinta-feira (30 de março), o sinal analógico da TV aberta será desligado em toda a região metropolitana de São Paulo. Até o momento, o local é considerado o maior mercado desse tipo de mídia no país. Para isso, a organização Seja Digital, responsável por implementar a mudança, oferecerá à população um pacote gratuito de 44 canais.

O que é a Seja Digital?

A Seja Digital é uma entidade do setor de digitalização de canais de TV, que realizará a migração do sinal analógico para o digital em todo o Brasil. Foi criada em parceria com a Anatel e operadoras de telefonia móvel, como a Algar, Vivo, Tim e Claro. Para isso, tem feito diversas campanhas informativas sobre o tema em diversas mídias.

O que acontecerá quando o sinal analógico for interrompido?

Quando chegar o horário programado para o corte de sinal (à meia-noite), aparecerá na tela de da TV uma mensagem informando que isso ocorreu. Também haverá um aviso de que toda a programação antes acessada poderá ser conferida por meio de sinal digital.

Como receber sinal digital na TV?

Para receber o sinal digital é necessário ter uma TV de tela plana com conversor digital integrado e utilizar uma antena específica (interna ou externa). Caso sua TV não o tenha, é possível adquirir o aparelho de forma separada. Televisores de formato em tubo também podem receber o sinal por meio desse equipamento, que tem preço médio de R$100 e pode encontrado em lojas virtuais ou em lojas de eletrônicos, supermercados e outros.

Como saber se a minha TV tem conversos digital?

Se a sua TV foi comparada depois de 2010, há grandes chances de já possuir o conversor digital. Para conferir se o aparelho receberá sinal digital, basta verificar se ele tem o selo “DTV”. No site da Seja Digital há uma lista completa de televisores que tem essa funcionalidade, que pode ser vista aqui.

É possível adquirir o conversor digital de graça?

Pessoas de baixa renda e que são beneficiárias de programas sociais, como o Bolsa Família, podem adquirir um kit para recepção do sinal digital de forma gratuita. Para isso, basta agendar a retirada dos equipamentos no site da Seja Digital, neste link.

Essas mudanças e o acesso a serviços de streaming como a Netflix têm feito as assinaturas de TV a cabo/via satélite caírem de maneira considerável. Afinal, essas opções são mais acessíveis e flexíveis para a maioria dos telespectadores.

Camilla Silva


Além de Brasília, Planaltina, Águas Lindas de Goiás, Formosa, Novo Gama, Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Luziânia e Cristalina também terão o sinal analógico encerrado.

O sinal da TV digital continua avançando por mais cidades brasileiras. Os telespectadores de Brasília e de outras nove cidades que se encontram na região do Distrito Federal irão receber o sinal analógico somente até o dia 26 de outubro de 2016. Depois dessa data apenas o sinal digital estará disponível. Para ampliar e permitir que um número cada vez maior de pessoas tenham o sinal em seus televisores, tanto os conversores quanto os demais equipamentos que venham a ser necessários para que essas pessoas possam fazer a migração de sinal estarão sendo oferecidos de forma gratuita para quem é beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família ou que sejam integrantes do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Esses dispositivos permitirão o acesso ao sinal digital mesmo que os televisores sejam antigos.

A estimativa é de que cerca de 370 mil conversores sejam entregues para os beneficiários dos programas apontados na região. De acordo com informações da Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (EAD), até o momento 50 mil famílias que recebem o bolsa família já receberam os equipamentos. A EAD é a entidade responsável por gerenciar todo o processo de migração do sinal no Brasil.

Além da capital, o desligamento do sinal analógico também ocorrerá nas cidades de Planaltina, Águas Lindas de Goiás, Formosa, Novo Gama, Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Luziânia e Cristalina.

André Figueiredo, ministro das comunicações, disse em comunicado que existe uma preocupação nesse momento de transição de não deixar a população desassistida, em especial aqueles que não possuem condições de adquirir um novo televisor.

Entretanto, vale destacar que apesar de já termos uma data de desligamento do sinal analógico, o mesmo só será encerrado quando 93% dos domicílios já estiverem prontos para receber o sinal digital.

A cidade de Rio Verde em Goiás foi a primeira a ter o sinal analógico desligado. A cidade foi a escolhida para iniciar o processo. Se o cronograma seguir o que está sendo previsto, até dezembro de 2018 todas as cidades brasileiras estarão recebendo apenas o sinal digital.

Nesse meio tempo a próxima a receber apenas o sinal digital será São Paulo.

Por Denisson Soares





CONTINUE NAVEGANDO: