Acaba de chegar ao Brasil a nova linha de televisores LED da AOC. A companhia lançou no mercado nacional a AOC TV 0330, disponível nas versões de 32 e 39 polegadas. Além do tamanho da tela, a principal diferença entre as duas versões é a resolução.

Os dois modelos possuem a mesma frequência e o mesmo contraste, porém, a TV de 32 polegadas oferece imagem com resolução de apenas 1360 x 768 pixels, enquanto que a versão de 39 polegadas conta com resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels.

Ambos os modelos possuem tela ultrafina e Easy Menu de fácil acesso e compreensão. Não bastasse isso, os televisores oferecem uma economia de energia de até 50%.

Os usuários ainda podem conectar computadores ao televisor através de um cabo HDMI ou RGB. A TV ainda possui portas USB para poder conectar pen-drive, câmera, entre outros aparelhos.

Para os interessados em adquirir as novas TVs, basta acessar o site oficial da AOC. A versão com tela de 32 polegadas custa R$ 1.299. Já a versão de 39 polegadas é vendida por R$ 1.699.

Por Felipe Santos Bonfim


Para quem acredita que quanto maior a TV melhor ela será, com certeza o novo televisor da Sharp será uma boa escolha. A empresa acaba de revelar sua nova LED TV, integrante da linha AQUOS, que impressiona com sua tela de 90 polegadas.

Devido ao tamanho de sua tela, o aparelho tem cerca de 1,22 metros de altura por 2,03 metros de largura, com profundidade de 12,7 cm, o que é bem pouco para uma TV deste tamanho. Mas não é só o tamanho da tela que se destaca, a AQUOS conta com resolução de 1080 pixels Full HD e uma enorme variedade de aplicativos instalados, como por exemplo, Netflix, CinemaNow e YouTube. Além disso, a TV ainda possui conexão Wi-Fi e alguns serviços exclusivos da Sharp.

O pacote de benefícios ainda traz dois óculos 3D e um sistema de melhoria dos movimentos próprio da empresa, chamado de AquoMotion 240. Para finalizar, a Sharp acredita que o consumo baixo de energia exigido pelo aparelho é um grande diferencial, porque mesmo que a TV tenha 90 polegadas, ela gasta menos do que duas lâmpadas comuns de 75 watts.

Quem se interessou pelo aparelho terá um investimento alto, pois a AQUOS chega ao mercado norte-americano pelo preço de US$ 10.999,99, mais ou menos R$ 22.525.

Por Guilherme Marcon


 

A Samsung anunciou recentemente, uma nova linha de televisores que deve chegar em breve ao mercado norte-americano e promete revolucionar o modo como as pessoas estão assistindo televisão. É a linha Smart TV. Ela possui telas de LED que mostram imagens de alta definição e configuração mais potente do que os outros equipamentos, o que permite uma série de funcionalidades. Um das que estará presente nesta nova linha é a tecnologia que permite o reconhecimento de voz e movimento, através da instalação e da utilização de alguns periféricos, como uma câmera que pode ser acoplada na televisão, juntamente com um microfone que captura os sons. Essas novidades serão possíveis porque estes novos modelos de tv são fabricados com o processador dual-core. Assim, além da possibilidade de utilização destes periféricos, os usuários também poderão utilizar aplicativos para sua televisão similares a um smartphone ou tablet. Com isso, será possível, jogar games mais pesados, idealizados para dispositivos móveis, como Angry Birds. Outa nova funcionalidade é a possibilidade de rodar aplicativos de comunicação, como MSN e Skype.


Após muitos anos fora do mercado, a Philco, uma das mais tradicionais fabricantes de eletroeletrônicos no Brasil, voltou com força total.

Sua linha de TV LCD e LED, conta com telas de diversos tamanhos e com recursos avançados.

Um bom exemplo dos novos produtos Philco é o modelo PH32A, com tela LED de 32 polegadas construída com tecnologia TFT, resolução HD Ready (1366×768 pixels) e taxa de contraste de 50.000:1 (contraste dinâmico).

Oferece som estéreo com potência de 20 watts RMS, sensor de luz ambiente, entrada USB para conexão de pendrive e reprodução de arquivos de música, foto e vídeo.

Quanto às conexões, o aparelho é bem completo, contando com uma entrada de áudio estéreo e vídeo composto, uma entrada de vídeo componente, uma saída de áudio estéreo e vídeo composto, uma saída de áudio digital e, como destaque, cinco entradas HDMI. A Philco acertou ao reforçar a quantidade de entradas HDMI dessa TV, já que este passou a ser o novo padrão de conexão para equipamentos de alta performance.

O aparelho conta ainda com receptor de TV Digital embutido e equalizador de som e imagem para que você possa realizar ajustes mais precisos e de acordo com a sua preferência.

Mais informações podem ser obtidas no site do fabricante: www.philco.com.br.

Por Luiz Moreira


A Semp Toshiba continua inovando. Já são mais de 60 anos produzindo equipamentos de alta qualidade e tecnologia que podem ser encontrados na maior parte dos lares brasileiros.

A linha de televisores da Semp Toshiba é uma das maiores do mercado, com equipamentos para todas as necessidades e telas de chegam até as 65 polegadas, como é o caso da 65WL800i3D, uma TV LED com visualização 3D.

Trata-se de um televisor ultra slim, com apenas 27,2 mm de espessura (sem o pedestal) e tela LED com resolução Full HD (1.920 x 1.080 pixels).

O equipamento conta com recursos avançados como o Clear Scan 480, que garante imagem com mais realismo mesmo para cenas de grande movimentação, como é o caso de filmes de ação e eventos esportivos. A conectividade é garantida com o Wi-Fi integrado e com o decodificador de TV Digital (com suporte  para DTVi).

Em relação às conexões para outros equipamentos, este televisor é bastante completo, dispondo de 1 entrada de vídeo componente, 4 entradas HDMI, 2 entradas de áudio estéreo e vídeo composto, saída de áudio digital óptica (para ligação em um receiver decodificador), conexão para PC, 2 entradas USB, saída para fone de ouvido e porta LAN.

Mais informações podem ser encontradas no site do fabricante: www.semptoshiba.com.br.

Por Luiz Moreira


A AOC é uma fabricante relativamente nova no Brasil, mas que já disputa uma boa fatia do mercado de televisores com concorrentes tais como Samsung, LG, Sony e Semp Toshiba.

A empresa oferece uma linha de produtos bastante completa, com televisores LCD e LED de diversos tamanhos (19 até 46 polegadas).

Um destaque é a TV LED de 32 polegadas modelo LE32H1581, com conversor digital embutido, resolução Full HD (1920×1080 pixels), 20 watts de potência de áudio RMS (10 watts por canal) e entradas de vídeo composto, vídeo componente, VGA (para conexão de um PC), HMDI (4 entradas HDMI para a conexão de diversos equipamentos, tais como Blu-Ray e PlayStation), dois conectores USB para conexão de pendrive ou disco rígido externo, uma saída de áudio digital e uma saída para fone de ouvido.

O painel do televisor tem tempo de resposta de 5,5 ms (milissegundos) e frequência de 120Hz, estando dessa forma dentro dos parâmetros usuais para os melhores equipamentos. Outros recursos adicionais são o DNR (Digital Noise Reduction ou Redutor Digital de Ruído) para aprimorar a qualidade do som, ETV para acesso a conteúdos exclusivos da internet e Media Center para gerenciar fotos, vídeos e músicas de forma mais prática.

O preço sugerido pela AOC é de R$ 1.599,00, e a compra pode ser feita diretamente da fábrica por meio da loja virtual da marca.

Por Luiz Moreira


Uma pesquisa conduzida pela firma DisplaySearch revelou notícias surpreendentes sobre as novas tecnologias de TV.

Embora os aparelhos sejam produtos mundialmente consumidos e em alta demanda, os consumidores não se mostram muito entusiasmados para comprar uma TV de LED ou 3D. O motivo é um só: preço.

A China e a Rússia destacam-se sendo os dois únicos lugares no mundo onde os consumidores mostraram-se dispostos a considerar a compra de uma TV de LED para substituir uma 'tradicional' e até mesmo os consumidores japoneses – conhecidos por incentivar e adotar facilmente novas tecnologias – dizem que o fato de uma TV ser 3D caracteriza-se como 'importância mínima' quando pretendem comprar um aparelho.

A notícia vem de encontro com uma pesquisa feita pela Deloitte no ano passado, na qual os consumidores já previam que as TVs 3D não seriam um grande incentivo para novas compras. Alguns até mesmo reportaram 'sentir-se mal e enjoados' ao assistir à TV em 3D.

Em resumo: A TV LCD ainda continua sendo a grande campeã de popularidade entre os consumidores e não existem, no momento, sinais de que a tendência possa ser revertida (por um longo tempo).

Por Ana Rebello


Hoje, navegando na internet atrás de uma TV simples, de 14 polegadas para colocar no quarto da empregada, percebi como os modelos convencionais com tubo CRT estão escassos e tendem à desaparecer. A maioria dos modelos estão esgotados.

Está claro que o futuro pertence às novas tecnologias como LCD-LED e Plasma. Com a popularização e a chegada de novas marcas, os preços estão bem mais acessíveis que há alguns anos.

E falando em preços acessíveis, a AOC acaba de anunciar o lançamento de seus primeiros modelos de TV LCD-LED. São dois modelos, um de 32 polegadas e outro de 42 polegadas. Além disso a empresa pretende lançar também um modelo de 46 polegadas.

A linha é Full HD, tem sintonizador digital, 3 portas HDMI e uma USB, e taxa de refresh de 120 hz.

Os preços começam em 1899 reais.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: HT


A Samsung anunciou ontem o início da comercialização da maior TV LED do Brasil. O modelo UN65C8000, de 65 polegadas, é totalmente fabricado no país, e custa cerca de R$ 16 mil.

O número de atributos do aparelho é enorme. Além da grande tela, que já chama a atenção de cara, ela possui um aplicativo que permite converter qualquer conteúdo 2D em 3D.

Outro recurso que chama a atenção é o Internet TV, que possibilita o acesso a uma biblioteca de arquivos, na qual estão disponíveis diversos conteúdos para download. Skype, Facebook, Youtube, Twitter, Google Maps e ESPN Brasil são alguns deles. Se não estiver satisfeito, o usuário pode, através da Samsung Apps, baixar outras ferramentas.

E ainda tem mais. O modelo traz a tecnologia “Clear Motion Rate”, que suaviza as imagens e permite o acesso a músicas, fotos e vídeos de qualquer dispositivo DLNA.

Por André Gonçalves


Com a aproximação do Natal e a chegada do fim de ano, muitas empresas preparam seus lançamentos para aproveitar o aquecimento das vendas nessa época. No caso da Semp Toshiba, a empresa prepara-se para estrear sua marca STI (Semp Toshiba Informática) no mercado de televisores.

Equipados com a tecnologia LED, os modelos anunciados pela STI tem como característica serem um dos mais finos do mercado nacional. Com espessura de 2,3 cm, a linha de TVs pertencem ao segmento de Ultra Slim.

A linha tem 4 tamanhos diferentes: 32, 40, 46 e 55 polegadas. Todos os modelos são Full HD e tem taxa de atualização de 120 Hz, além de conversos digital integrado e diversos tipos de conexões como vídeo componente, USB e HDMI.

No entanto, dos 4 tamanhos, apenas 2 chegarão às lojas agora: o de 32 e o de 40 polegadas.

O preços de venda sugeridos são de 3090 e 4190 reais, respectivamente.

Por Maximiliano da Rosa


As TVs 3D já são caras e luxuosas por natureza, embora a tendência seja os preços reduzirem aos poucos. Sem contrariar a regra a Samsung deve colocar no mercado essa semana a série LED 9000 por 18 mil reais. O modelo de 55 polegadas tem um excelente design metalizado e sua espessura é de apenas 0,79 cm.

Apesar de cara, a Samsung LED 900 tem muitos recursos interessantes que fazem dela mais que uma simples TV 3D. Um exemplo é controle remoto com tela LCD de 3 polegadas touchscreen. Outro detalhe interessante são os widgets para acesso à Internet com novos sites disponíveis. Agora há acesso ao Facebook, Apontador, Twitter e Google Maps, além do portal Terra e YouTube.

A Samsung parece ter pisado na bola apenas num detalhe. A linha LED 900 traz um recurso para gravar a programação, mas não conta com um HD. Para armazenar os vídeos só por meio de um dispositivo externo como um Pen Drive.

Por Maximiliano da Rosa


Geralmente, os consumidores brasileiros conferem em grandes redes ou em sites na internet de alta circulação novidades no campo eletroeletrônico, principalmente no setor de televisores. Sony, LG e AOC são as marcas mais visualizadas, muito mais à confiabilidade do que pelos preços.

Nos próximos dias, correndo pelas laterais, a H-Buster lançará sua TV com a mais recente tecnologia LED, bem fina (tela ultra slim de 2,99 cm), de design ousado e totalmente econômica. O pontapé inicial se dará com o modelo de 40”, que já vem com conversor de sinal digital embutido.

Esse televisor conta com três entradas HDMI, possibilitando a conexão de Blu-Rays, notebooks, videogames e home theaters. Existem, também, conectores AV, VGA, USB e componentes, para que o consumidor reproduza fotos, músicas e vídeos.

Carlos Bizetto, gerente de marketing da empresa, realça o lançamento e avalia que a tecnologia LED, sigla inglesa para Diodos Emissores de Luz, permite uma economia de até 40% na energia elétrica necessária para o funcionamento do aparelho. De acordo com ele, os televisores da H-Buster são confeccionados com materiais que não acometem o meio ambiente.

Por Luiz Felipe T. Erdei


A Copa do Mundo veio a calhar muito bem ao Brasil. Agora, deve vir a pergunta Por quê?. Certo, há vários motivos plausíveis para a afirmativa inicial deste parágrafo. Um deles, óbvio, é o maior poder aquisitivo dos brasileiros de acordo com informações oficiais desde o final do ano passado por parte do governo e de especialistas. Juntam-se a esse fato o aumento de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano e a criação de novos empregos. Assim, a resposta está aí, na pontinha da língua.

O comércio, desde a proximidade do evento futebolístico, tem contabilizado lucros atrás de lucros, independente do segmento relacionado. Camisetas, artigos esportivos, comidas e bebidas indicam crescimento dentro de certas perspectivas. Um dos setores que muito tem comemorado é o de eletroeletrônicos, principalmente se o produto mencionado são televisores de última geração – Plasma, LCD ou LED.

José Domingos Alves, supervisor geral das Lojas Cem, relacionou durante reportagem expedida pelo portal de notícias G1 a falta de TV de LED de 32”, com vendas 100% maiores de maio a junho e 70% superiores às verificadas durante a Copa do Mundo na Alemanha, em 2006.

Adelino Colombo, presidente das Lojas Colombo, admite crescimento de 10% no faturamento de junho em detrimento ao período similar do ano passado, enquanto a rede Ponto Frio, mais notável nesse sentido, conferiu vendas 115% maiores nos primeiros dez dias do atual mês em relação ao intervalo igual de 2009.

Possivelmente, outros setores ilustrarão seus dados em breve. É bem provável que essa ascensão perdurará durante curto espaço de tempo, pois o aumento de inadimplência começou a ser constatado.

Por Luiz Felipe T. Erdei


A LG divulgou que cerca de 50% de todos os seus lançamentos de TVs para este ano terão conexão broadband. TVs conectadas ou broadband TVs são televisões que possuem conexão em banda larga, através de cabo USB ou WI-FI.

Por hora as novidades chegarão aos aparelhos mais avançados, como os modelos com tela de LED. Fernanda Summa, gerente de produto da LG, afirmou que esse posicionamento da empresa se baseou em uma pesquisa realizada pela fabricante. A pesquisa revela que aponta 69% dos consumidores preferem ver vídeo na internet do que na TV. Os consumidores também apontaram que preferem a internet por ter maiores opções e comodidade.

Por Fernanda Peixoto
 
Fonte: Teletime

A Philips anunciou sua nova linha de TVs para o mercado nacional. Os destaques devem dicar por contas dos modelos com a tecnologia Ambilight, que projeta luzes na traseira da tela, e o novo formato de tela com o padrão 21:9, o mesmo dos cinemas. O novo formato visa eliminar as bordas escuras da imagens e as distorções.

A primeira série a chegar ás lojas em Maio é a 6000, com tamanhos de 32, 40 a 46 polegadas, com tecnologia LED. Assim como Samsung e Sony, a Philips também conta com recursos para acessar a internet pela tela da TV.

No entanto, a linha 9000, com tecnologia 3D não será vista antes da Copa do Mundo. A empresa informou que não acredita na popularização do sistema num período curto de tempo. Por isso decidiu lançar a linha apenas em setembro.

Todos modelos serão fabricados no Brasil. Para ser mais exato na nova fábrica de Manuas, a primeira de LCD na América do Sul.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: G1


R$ 2.400,00 podem não ser exatamente “popular”, mas é bem menos que os preços exorbitantes cobrados pelas atuais TVs LED que estão à venda nas lojas. E é isso que a Samsung quer fazer: colocar nas lojas um modelo de TV moderna, de 32 polegadas, destinada À classe média  para que o maior número de pessoas possa assistir a Copa num modelo de última geração.

A responsável por essa popularização deve ser a linha 4000, com resolução HD Ready, e os mesmo 3cm de espessura.

O preço mais baixo, porém, tem seus contras. Apesar de não deixar de virem com conversor digital integrado e entradas HDMI, itens essenciais em qualquer TV moderna, o modelo popular da Samsung perderá algumas funções. Uma delas será a capacidade de acessar conteúdo via internet.

A nova linha chega às lojas antes do fim de Abril.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Planet Tech


Não é difícil descobrir produtos que há um ano atrás eram vendidos pelo dobro do preço, e que agora estão muito mais baratos só porque estão ultrapassados. Aliás, esse conceito de estar ultrapassado é muito relativo. TVs com telas de CRT estão ultrapassadas, claro. TV 3D é o que há de mais novo e avançado em matéria de tecnologia.

Mas enquanto a última sequer dispõe de conteúdo, e custa muito mais caro, uma boa TV com tela CRT ainda tem muito a oferecer. Talvez não dê para ver a Copa do Mundo em imagem digital. No entanto, acredito que uma boa antena UHF numa TV 29 polegadas com tela plana seja mais que suficiente.

Vejamos o caso das TVs LCD. A última palavra sãos as TVs de LED. Elas tem imagem mais nítida, sã mais finas, e gastam menos energia. E são mais caras. Em contrapartida os preços das LCD estão caindo vertiginosamente e acredito que dias antes da Copa devem vir uma enxurrada de promoções.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: